OAB-GO repudia agressões de ex-namorado a mulher em Goiânia

Vídeos mostram o piloto Victor Augusto Amaral Junqueira espancando a advogada Luciana Sinzimbra

atualizado 26/12/2018 19:00

Reprodução

A Seção de Goiás da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO) emitiu nota de repúdio contra os atos de agressão e violência sofridos pela advogada Luciana Sinzimbra. Ela foi atacada pelo ex-namorado, o piloto Victor Augusto Amaral Junqueira, em 14 de dezembro. As imagens viralizaram na internet.

No vídeo, Luciana tenta se esquivar de socos na cabeça, tapas e até estrangulamento do ex-namorado. A advogada busca dialogar com o rapaz e suplica para que ele vá embora, antes que acabe tirando a vida dela. Victor Junqueira não dá ouvidos e diz que era “super justo” agredi-la.

Manifestamos apoio à advogada Luciana Sinzimbra e a todas as mulheres que decidem denunciar fatos criminosos como estes, e salientamos a coragem desse ato, por acreditarmos que esse é o primeiro passo para acabar com a impunidade

Trecho da nota da OAB-GO

View this post on Instagram

CENAS FORTES: Mulher é espancada por namorado em Anápolis – com câmera escondida ela registrou a agressão. (Em respeito à vítima e a família nublamos o rosto da advogada). . Uma advogada registrou um boletim de ocorrência contra o namorado por violência doméstica, em Anápolis. Com uma câmera escondida, a mulher fez um vídeo que mostra toda a agressão, no dia 14 de dezembro. A Polícia Civil divulgou as imagens nesta segunda-feira, 24. . A vítima contou à polícia que namora o autor das agressões há 3 anos e nunca havia registrado ocorrência policial achando que as brigas iriam acabar. . No dia em que o vídeo foi feito, os dois chegaram no apartamento da vítima localizado em Goiânia, o autor da agressão ficou transtornado porque a namorada não teria insistido para que ele ficasse. O caso vai ser investigado pela polícia.

A post shared by Bill Guerra Mochilink (@bill.guerra) on

 

A OAB e comissões que assinam a nota consideram o vídeo chocante, tanto pelo medo e sofrimento da vítima quanto pelas ameaças e atos de violência do agressor. Leia aqui o texto na íntegra.

Os autores da nota destacam que episódios assim reforçam o ciclo de violência contra as mulheres, independentemente de nível social, formação profissional ou escolaridade, muitas vezes movido por um sentimento equivocado de posse e apropriação da mulher. No texto, a OAB-GO reforça ainda que o fato não atinge somente Luciana, mas amigos, familiares e a sociedade. Por fim, prometem acompanhar o caso de perto e dar todo o respaldo à vítima.

Entenda o caso
Em 14 de dezembro, Luciana gravou vídeo sem que seu namorado soubesse. Nas imagens, Victor é flagrado espancando a ex-namorada no apartamento dela, no Setor Marista, em Goiânia. A advogada registrou ocorrência no dia seguinte e contou às autoridades policiais que namorava o autor das agressões havia três anos. Ela relatou também não ter sido a primeira vez que foi atacada.

No dia da filmagem, o casal retornava de uma confraternização do trabalho de Luciana. É possível ouvi-la dizer: “Você vai me matar desse jeito”.

Últimas notícias