“Não quero que João seja candidato à Presidência”, diz Bia Doria

Em entrevista, primeira-dama do estado de São Paulo se mostra contrária à candidatura do marido, que se vê em meio a cenário conturbado

atualizado 31/03/2022 15:29

Reprodução/YouTube

São PauloJoão Doria se vê em meio a um cenário conturbado diante de sua possível candidatura à Presidência do Brasil. Além de questões partidárias, o atual governador de São Paulo enfrenta a resistência da família para disputar o posto de presidente do país nas eleições de 2022.

Em entrevista divulgada nessa quarta-feira (30/3) pelo canal do YouTube Mulheres, Bia Doria, esposa de João, se mostrou contrária à candidatura do marido, escolhido pelo PSDB para disputar o cargo de presidente do Brasil.

“Não quero que ele seja candidato, quero que ele volte pra casa. Ele faz muita falta para os meus filhos, mas a gente não pode interferir na cabeça de um homem”, disse a primeira-dama.

0

“Eu preferia que ele voltasse porque eu estou preocupada com os meus filhos. A política é muito suja, muito violenta”, acrescentou.

Desistência da candidatura

De acordo com a coluna de Igor Gadelha, João Doria revelou a aliados que desistiu de concorrer à Presidência da República. A decisão do governador de São Paulo surpreendeu. Ele teria que deixar o atual cargo nesta semana para se tornar candidato, mas avisou que não seguirá este caminho.

Rodrigo Garcia (PSDB), vice-governador que assumiria a vaga no lugar de Doria, ficou incomodado com a decisão e deve deixar o governo de São Paulo. Ele deverá ser um dos candidatos à vaga no Palácio dos Bandeirantes. Doria e Garcia se reúnem no início da tarde desta quinta (31/3) para ver o que será feito.

Atualmente, Doria também trava uma batalha interna no PSDB com Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, para alcançar o posto de candidato do partido na disputa pela Presidência.

Mais lidas
Últimas notícias