Com pneumonite, Toffoli passa bem, mas sem previsão de alta médica

Presidente do STF testou negativo para o coronavírus e principal hipótese dos médicos é de crise por hipersensibilidade ou alérgica

atualizado 10/08/2020 19:17

DANIEL FERREIRA/METRÓPOLES

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Antonio Dias Toffoli, que foi internado nesse domingo (9/8) com pneumonite alérgica, passa bem, mas não tem ainda previsão de quando deixará o hospital. De acordo com boletim médico divulgado na tarde desta segunda-feira (10/8), o ministro encontra-se no quarto, passa bem, mas sem previsão de alta.

O ministro testou negativo para o coronavírus e, de acordo com a equipe médica, a principal hipótese é de que ele realmente tenha desenvolvido a pneumonite por hipersensibilidade ou alérgica.

O ministro é atendido pelo pneumologista João Pantoja, pela cardiologista e intensivista Ludmila Abrahão Hajjar e pelo diretor-geral do hospital DF Star, Pedro Henrique Loretti.

No domingo, a assessoria do ministro informou que, apesar de internado, a princípio, ele não ficará de licença médica. Segundo a assessoria, continuará despachando.

No sábado (8/8), Tofolli decretou três dias de luto pelos mais de 100 mil mortos pela pandemia do coronavírus. Com isso, nesta segunda, não há atividade na Corte.

Na terça-feira 11/8) também não há trabalho devido ao feriado do Judiciário, marcando a criação dos cursos de Direito no Brasil. A Corte volta aos trabalhos somente na quarta-feira (12/8) e a previsão é de que haverá sessão plenária.

0

Últimas notícias