Petrobras aumenta em R$ 0,25 o preço do litro do diesel nas refinarias

O preço médio de venda do combustível passará de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, o que corresponde a reajuste médio de R$ 0,25

atualizado 28/09/2021 13:55

Rafaela Felicciano/Metrópoles

A Petrobras anunciou, nesta terça-feira (28/9), que vai aumentar o preço do diesel revendido às distribuidoras. O valor médio de venda do combustível passará de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, um reajuste médio de R$ 0,25. O novo preço, que representa acréscimo de 0,88%, entrará em vigor nesta quarta-feira (29/9).

A empresa informou que, com a mudança, a parcela atribuída à estatal no preço pago pelos consumidores na bomba passará a ser de R$ 2,70 por litro, em média, o que corresponde a uma alta de R$ 0,22 em relação ao valor atual.

Ainda de acordo com a petroleira, o reajuste será feito após 85 dias de preços estáveis para o combustível.

Alta esperada

Na segunda-feira (27/9), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) alertou que o preço do diesel seria reajustado. Na ocasião, o mandatário ressaltou que o combustível não registrava aumento de preço há três meses.

O último reajuste da estatal sobre o preço do diesel ocorreu em 5 de julho deste ano. À época, o preço médio de venda do combustível passou para R$ 2,81 por litro, o que significou um reajuste médio de R$ 0,10 por litro (3,7%).

“Pessoal está insatisfeito? Está. Inclusive estamos há três meses sem reajustar o diesel. Vai ter um reajuste daqui a pouco. Não vai demorar. Agora, não posso fazer milagre”, afirmou, em interação com apoiadores.

Na conversa, o chefe do Executivo voltou a comentar a alta no preço dos combustíveis e disse que esse é um problema no mundo inteiro, não apenas no Brasil.

Após as críticas de Bolsonaro, a Petrobras organizou uma coletiva de imprensa às pressas para justificar a composição dos preços.

“Temos presença e acompanhamento em diversos órgãos. Isso nos dá um conforto para saber que a Petrobras tem uma governança muito robusta”, disse Joaquim Silva e Luna, presidente da estatal. Ele também enfatizou que a Petrobras é responsável apenas pela produção e pelo refino do combustível.

“Entendemos que isso [aumento de preços] está com o governo, Ministério de Minas e Energia, [Ministério da] Economia e com a Casa Civil”, disse.

Entenda como é calculado o preço do diesel

  • 15,9% – tributo estadual (ICMS)
  • 7% – impostos federais (Cide, PIS/Pasep e Cofins)
  • 52,6% – lucro da Petrobras
  • 11,3% – presença de biodiesel na mistura
  • 13,2% – distribuição e revenda

Mais lidas
Últimas notícias