*
 

Uma norte-americana revelou que guardou o esqueleto do filho morto durante oito anos em seu apartamento. O caso lembra Psicose, o clássico filme de Alfred Hitchcock, cujo personagem principal Normam Bates manteve o corpo de sua mãe falecida intacto no porão da própria casa.

Um parente da família visitou a residência quando a mulher estava no hospital e acabou se deparando com o cadáver. A polícia do Brooklyn (NY), nos Estados Unidos, foi acionada e investiga o caso. As informações são do NY Daily News.

O homem, que era taxista, tinha aproximadamente 50 anos quando morreu, acredita a polícia. O parente informou que não via os familiares há 20 anos.

Os vizinhos contaram que a mulher não era muito sociável. “Ela nunca disse ‘oi’ e sempre passava pelas ruas carregando sacolas do mercado”, relatou um morador do local. “Ela sempre passava olhando para baixo e tinha algo meio sombrio”, disse.

O instituto de médico local ainda não determinou a causa de morte do homem.

 

 

COMENTE

estados unidos
comunicar erro à redação