*
 

O Distrito Federal, a partir deste sábado (15/7), oferece farta programação nos teatros. Boa opção para quem deseja um programa diferentão no fim das férias de julho. Da comédia ao drama, é possível encontrar todo tipo de encenação pela cidade.

Confira 10 opções peças que valem ser assistidas no período de descanso:

1 – Mostra Obsoleto Teatro

  1. Isadora Lima/Divulgação

O Espaço Pé Direito, na Vila Telebrasília, oferece seis espetáculos (quatro deles estreantes) na Mostra Obsoleto Teatro. Um deles, “Maniva”, está marcado para ocorrer neste domingo (15/7), às 20h30. Confira toda a programação, que vai até 6 de agosto, pela página oficial do evento no Facebook.

A partir de “Os três Mal-Amados”, poema-peça inacabada de João Cabral de Melo Neto, “Maniva” apresenta um recorte da vida de uma mulher. Num ato apaixonado, ela se põe a preparar uma maniçoba e, durante o preparo, vive um encontro consigo mesma. Numa trajetória permeada pelo real e onírico vão se revelando os abismos e as sutilezas que habitam as entrelinhas do amar.

“Maniva”
Domingo (16/7), às 20h30, no Espaço Pé Direito (Vila Telebrasília, rua 1, casa 23). Ingressos entre R$ 15 e R$ 40. À venda na bilheteria do espaço e no site sympla. Duração: 55 minutos. Classificação indicativa 14 anos

2 – “Cachorro Enterrado Vivo”

Guto Muniz/Divulgação

A peça “Cachorro Enterrado Vivo”, de Daniela Pereira de Carvalho, rendeu o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (PCA) ao ator Leonardo Fernandes, em 2016. Com direção de Marcelo do Vale, o texto mostra três monólogos sobre a mesma situação: na tarde de uma quinta-feira qualquer, o vigia de um terreno recebe de um passante a proposta para cavar a cova e enterrar seu cachorro. Preço negociado, o homem sai para buscar o animal e retorna trazendo a seu lado um cão vivo.

Até dia 30 de julho, às 20h, no Centro Cultural Banco do Brasil (Setor de Clubes Esportivos Norte). Ingressos entre R$ 10 e R$ 20. À venda na bilheteria do CCBB. Duração: 60 minutos. Classificação indicativa 14 anos

3 – “Caranguejo Overdrive”

Divulgação

A premiada companhia Aquela Cia. reencena em Brasília a peça “Caranguejo Overdrive”, que conta a história de Cosme, um ex-catador de caranguejos do mangue carioca convocado para integrar as forças brasileiras na Guerra do Paraguai. Enlouquecido no campo de batalha, ele volta para o Rio de Janeiro e encontra uma cidade em transformação.

Cosme procura o mangue onde trabalhava e se emprega na construção do canal que representou a primeira grande obra de saneamento do Rio. Mais uma vez, entra em crise e abandona tudo. Vagando pela noite, mergulha em seus delírios e se transforma em um caranguejo. Foi uma das peças de maiores sucessos do Cena Contemporânea de 2016.

Até 23 de julho. Sábado, às 20h, e domingo, às 19h, no Caixa Cultural (Setor Bancário Sul, quadra 4). Ingressos entre R$ 10 e R$ 20. À venda na bilheteria do teatro. Duração: 70 minutos. Classificação indicativa 16 anos

4 – “Caipora Quer Dormir – Um Espetáculo Infantil para Adultos”

Diego Bresani/Divulgação

O diretor Jonathan Andrade e a atriz e dançarina Giselle Rodrigues se reúnem na peça “Caipora Quer Dormir – Um Espetáculo Infantil para Adultos”. A narrativa traz a história de uma professora adoecida e presa numa série de rotinas e demandas. Trata-se de um enredo sobre os tempos atuais e os papéis femininos.

Até dia 21 de julho. Quinta e sexta, às 20h30, sábado, às 17h e às 20h30 e domingo, às 17h e às 19h30, na Sala Plínio Marcos da Funarte (Eixo Monumental). Ingressos entre R$ 10 e R$ 20. À venda na bilheteria do teatro. Não indicado para menores de 14 anos.

5 – “Operação Lava Jato – Nada É o Que Parece”

Divulgação

A peça “Operação Lava Jato – Nada é o que parece”, do grupo Amarração, é uma comédia com texto de Cleuza Brandão e direção de Cassius Vantuil. Dois policiais federais cumprem pena disciplinar e são escalados para fazer uma ronda nas ruas da periferia. Durante a investigação, eles se deparam com um estabelecimento de lavagem de automóveis aberto.

Ao observar o local, os agentes notam que lá dentro tem estacionado um veículo de luxo. Curiosos, resolvem tirar onda dentro do carrão. Os dois, muito atrapalhados, acabam fazendo barulho e uma pessoa do lava-jato aparece. Para não serem pegos e responder a mais uma pena disciplinar, os policiais inventam que receberam uma denúncia anônima e rendem o funcionário. A partir daí começa toda a confusão.

Sexta (21/7), às 21h, no Teatro da Caesb (Águas Claras, Av. Sibipiruna, lotes 13/21). Ingressos entre R$ 25 e R$ 50. À venda na bilheteria do teatro. Classificação indicativa 16 anos

6 – “Jogo de Cena”

Divulgação

Está marcado para ocorrer mais um “Jogo de Cena”, nesta quarta-feira (19/7), na Caixa Cultural. Os apresentadores Ricardo Pipo e Rodolfo Cordón conduzem o espetáculo, que trará o trabalho da Cia. Fictícia de Teatro, responsável pela novela “Picardias Teatrais”

Em seguida, serão encenados trechos dos espetáculos “Sétimo Dia”, com Madelon Cabral e Lilian Franla, “Julieu e Romieta”, da Cia. de Comédia 4 Homens & Meio, e “Mo Bouce e Stam”, do dançarino Wesley Messias.

Quarta (19/7), às 20h, na Caixa Cultural (Setor Bancário Sul, quadra 4). Ingressos entre R$ 10 e R$ 20. À venda na bilheteria do teatro. Duração: 120 minutos. Classificação indicativa 14 anos

7 – “Os Sedentários”

Telmo Ximenes/Divulgação

A peça “Os Sedentários” levanta uma polêmica comum aos casais preguiçosos: quem vai ficar com o controle da TV? Na narrativa, durante a disputa pelo acessório, o noticiário anuncia a morte de um famoso galã dos anos 1970, vítima de obesidade mórbida.

A notícia não causa nenhum impacto no casal. Mas um amigo, muito preocupado, manda para os dois um livro sobre vida saudável. Ninguém se interessa, mas, na hora da novela, Confúcio começa a folhear o presente e acaba tendo uma brilhante ideia para ficar com controle remoto só para ele: fazer Margarida sair de casa e praticar exercícios físicos. A proposta, aceita pela mulher, altera profundamente a rotina do casal.

Dias 21 e 28 de julho, às 20h, no Teatro do Brasília Shopping (Setor Comercial Norte). Ingressos entre R$ 30 e R$ 60. À venda na bilheteria do teatro ou no site Bilheteria Digital. Classificação indicativa livre.

 

8 – “Renato Russo – O Musical”

O espetáculo “Renato Russo – O Musical” volta a Brasília em uma apresentação única e gratuita no dia 22 de julho. A montagem, prevista para ocorrer no Museu Nacional (MUN), às 19h, rendeu o Prêmio Shell de melhor direção a Mauro Mendonça Filho em 2006.

O público poderá conferir a trajetória do compositor, que vai desde sua juventude punk na capital federal – quando fundou o Aborto Elétrico – até o sucesso da Legião Urbana. A confusão em 18 de junho de 1988, quando houve quebra-quebra durante show da banda no Mané Garrincha, e os problemas com drogas também compõem a encenação.

No dia 22 de julho, no Museu Nacional da República (Esplanada dos Ministérios), a partir das 19h. Entrada franca. Classificação indicativa 12 anos. 

9 – “Saída de Emergência”

O Setor Comercial Sul ganha movimentação cultural às terças, durante o mês de julho. O Teatro Bar anunciou que, sempre às 19h, será exibido o espetáculo “Saída de Emergência”, do grupo Celeiro das Antas.

O show de variedades feito por palhaços foi concebido a partir de roteiro com situações abertas para serem improvisadas. Por isso, a peça não possui texto dramático convencional, mas, sim, uma sequência de ações e situações a serem vivenciadas com apoio do público.

Dias 18 e 25 de julho, às 20h, no Teatro Bar do Espaço Cultural Canteiro Central (Setor Comercial Sul, quadra 3, bloco A, loja 210 – Ed. Paranoá). Ingressos entre R$ 10 e R$ 20. À venda na bilheteria do teatro. Classificação indicativa 14 anos

10 – “Até que a Internet nos Separe”

Divulgação

A peça “Até que a Internet nos Separe” é uma comédia sobre Gabriela e Márcio. Prestes a completar sete anos de casados, se veem diante de um dilema que afeta cada vez mais as relações contemporâneas: a era digital e a eterna preocupação com nossa “aparência virtual”.

O casal entra em conflito por conta da exagerada influência digital na vida deles. Essa nova realidade apareceu para colocar à prova se os casais realmente se amam.

Nos dias 22 e 23 de julho. Sábado, às 21h, e domingo, 20h, no Teatro dos Bancários (514/515 Sul). Ingressos entre R$ 40 e R$ 80. À venda na bilheteria do teatro e no site Bilheteria Digital. Classificação indicativa livre

 

 

COMENTE

CCBBEspaço Pé Direito
comunicar erro à redação