*
 

Um dos integrantes da banda Barão Vermelho, o percussionista Peninha morreu nesta segunda (19/9), aos 66 anos, após sofrer uma hemorragia no estômago. Paulo Humberto Pizziali estava internado em estado grave no Hospital da Lagoa, zona sul do Rio de Janeiro, com hepatite C e hérnia do abdômen.

Após acompanhar nomes como Gal Costa, Sivuca e Ângela Maria, Peninha entrou em definitivo para o Barão no disco “Declare Guerra” (1986), o primeiro a ser gravado após a saída de Cazuza. Antes, já havia colaborado com o grupo em faixas como “Bete Balanço”.

Nascido no Rio de Janeiro, Peninha participou dos festivais Rock in Rio e Hollywood Rock. Entre 2012 e 2013, voltou a acompanhar o Barão no breve retorno da banda pelos 30 anos de trajetória do grupo carioca.

Na primeira separação do grupo, em 2001, o percussionista criou a banda de salsa Gungala, que passou a desenvolver em paralelo às separações e reuniões do Barão.

 

 

COMENTE

rock brasileiropeninhabarão vermelhoPaulo Humberto Pizziali
comunicar erro à redação