*
 

Yaneth Molina, a controladora de voo que entrou em contato com o avião que levava o time da Chapecoense pouco antes do acidente escreveu uma carta divulgada pela imprensa colombiana nesta quinta-feira (01/12).

No texto, Molina agradece o apoio que tem recebido de todas as partes do mundo. E também lamenta que, o esforço que teve para evitar o acidente aéreo, não resultou em um final feliz.

Hoje a vida me colocou nesta posição pouco agradável, mas fiz o humanamente possível e tecnicamente obrigatório para conservar a vida dos usuários do avião"
Yaneth Molina

Ela relatou que tem sofrido ameaças físicas, devido ao vazamento dos áudios da conversa que teve com o piloto boliviano, Miguel Quiroga, minutos antes da queda. “As soluções para este problema serão discutidas pelos diretores da empresa”, completa.

A controladora finalizou a carta com uma mensagem do autor Fr. Jerome Cummings sobre amizade. “Um amigo é alguém que nos conhece, mas nos ama de todas as formas”.

Confira a carta, em espanhol, na íntegra:

Divulgação

 

 




 

COMENTE

AviãoChapecoense
comunicar erro à redação