*
 

Três assaltantes fizeram uma família refém na QL 4 do Lago Sul. O crime ocorreu por volta das 11h40 desta quinta-feira (8/6). De acordo com a Polícia Militar, o trio chegou na residência em um carro do modelo Golf e rendeu as vítimas. No local havia uma mulher, que estava chegando à casa, duas crianças e três funcionários. Os moradores foram trancados em um dos banheiros do imóvel.

Os ladrões levaram joias, R$ 3 mil em dinheiro e uma televisão. Quando a Polícia Militar foi acionada, os bandidos já haviam deixado o local. Um deles estava armado. A família só foi liberada quando um jardineiro, que estava no fundo do quintal, abriu a porta do banheiro. O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul).

João Gabriel Amador/Metrópoles

Jardineiro da família

Francisco das Chagas, o jardineiro, contou ao Metrópoles que ouviu a patroa gritar e assobiar, pedindo que ele as libertassem. Ele, então, teve de arrombar a porta da cozinha e do quarto. O funcionário disse que os criminosos não agrediram as vítimas, mas deram ordens de que não olhassem para eles e que as crianças não chorassem.

Onda de violência
Nos quatro primeiros meses deste ano, a Secretaria de Segurança Pública e Paz Social registrou 2.968 roubos a pedestres e 169 roubos a comércio no Distrito Federal.

Quando o recorte é por cidade, os números mais recentes divulgados se limitam aos meses de janeiro e fevereiro deste ano. Nesse período, a região de Brasília registrou 597 ocorrências de roubo a pedestre. Destas, 248 foram na Asa Sul e 168 na Asa Norte.

De acordo com a Secretaria de Segurança, as estatísticas de roubos a pedestres aumentaram na Asa Norte, de 138, em janeiro e fevereiro do ano passado, para 168 casos no mesmo período deste ano. No Lago Sul, subiram de 10 para 19, em 2017.

 

 

COMENTE

Lago SulassaltoPMDFRefém
comunicar erro à redação