">
*
 
 

Uma “vila” carioca pra chamar de sua. É essa a proposta charmosa do espaço batizado de Vila, localizado na quadra 309 norte. Novo projeto das jovens Isadora Tupinambá, Luísa Peleja, Nice Moanna e Ana Luiza Lima, o showroom aconchegante, que também funciona como office, ocupa o antigo ponto da Espaço 61, especializada em moda colaborativa.

As jovens têm em comum o gosto por moda, design e redes sociais. “Somos quatro cabeças ligadas no 220v o dia inteiro”, brinca Ana Luiza. E não é exagero dizer que uma termina a frase/pensamento da outra. “Nossa amizade é típica de Brasília: eu e Luísa nos conhecemos na faculdade; Lu e Isadora trabalhavam juntas e Nice e eu nos encontramos no Rio de Janeiro, em pleno Carnaval. Aliás, esse amor pelo Rio é algo que compartilhamos com muita intensidade”, revela Ana. O resultado é puro borogodó.

Felipe Menezes/Metrópoles

Ana Luiza Lima e Nice Moanna são sócias na etiqueta especializada em chokers, Enrosca Meu Pescoço

 

De tão descontraído, o ambiente que lembra o closet da amiga inspira um clima de “esquenta girlie com vibe carioca”. “Ao longo do mês de janeiro, o espaço abrirá as portas para edições de happy hour, sempre às quintas-feiras. Cerveja, playlist fresquinha e bom papo estão garantidos”, convida Nice.

A cada duas semanas elas vão abrir o espaço para receber marcas que conversam com o lifestyle delas. “Já estão confirmadas as colaborações com a Hortare, especializada em suculentas, hortas urbanas e terrários; Ciocco Atelier, que produz joias e acessórios em prata feitos à mão; Ótica Santana, que vai lançar uma nova marca de óculos no mercado; Baroque Atelier, que vai trazer tiaras e arranjos para a cabeça já pensando no Carnaval; e o clube de vinhos Gourmet Butler “, revela Luísa Peleja, uma das responsáveis pela curadoria de labels.

Felipe Menezes/Metrópoles

Isadora Tupinambá e Luísa Peleja são proprietárias da marca de lingerie Lace It

 

Apesar das marcas próprias terem e-commerce lucrativo, elas acreditam que a loja física ainda faz a diferença. “É importante para atrair o público que não marca tanta presença na internet e serve também para fortalecer os laços com os clientes. O plano é levar a operação para uma casa com café e área verde no futuro”, continua Nice.

Dica: vale a pena ficar de olho nos kits da Vila. Para o Carnaval, elas prometem combos que reúnem sutiã colorido, choker e acessório para a cabeça. A cara da folia!

modaempreendedorismo
 


COMENTE

Ler mais do blog