*
 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, nesta quinta-feira (6/10), dados preliminares do Censo da Educação Superior, relativo ao ano de 2015. Os números divulgados mostram que, no ano passado, 186.175 estudantes estavam no ensino superior na capital do país, sendo que a maioria em instituições privadas: 149.970 contra 36.205. Ou seja, a cada 4 alunos que entram nas faculdades particulares, apenas um é selecionado para as públicas.

Os dados trazem informações sobre as universidades espalhadas pelo Brasil, assim como cursos, alunos e professores. Em 2015, a matrícula na educação superior superou os 8 milhões de alunos em todo o Brasil. Segundo o Inep, há 2.364 instituições de ensino superior no país, sendo a maioria particular (87,5%). Os cursos a distância seguem crescendo ano a ano, e já significam 17,4% dos alunos. Nesse modelo de educação, quase todos os estudantes fazem cursos de licenciatura.

Veja abaixo quais são os cursos superiores mais procurados por homens e mulheres no Brasil:

Arte/Metrópoles

 

No entanto, os cursos de bacharelado ainda são predominantes na educação superior brasileira, apresentando o maior crescimento no número de matrículas entre 2014 e 2015 – 3,9%. Os cursos de licenciatura tiveram um leve crescimento de 0,4% e os cursos tecnológicos caíram 1,9%, no mesmo período. Na educação tecnológica, cresce ainda o número de estudantes matriculados nos cursos a distância, enquanto há uma pequena queda na modalidade presencial.

A má notícia ficou por conta da diminuição de estudantes que estão chegando ao ensino superior. Após um aumento em 2013 e 2014, o número de novos alunos teve uma queda de 6,1 % em 2015. Apesar disso, mais de 1,1 milhões de estudantes concluíram a educação superior no ano passado.

 

 

COMENTE

InepCenso da Educação Superior
comunicar erro à redação