metropoles.com

Preço pago pelos EUA deve se tornar padrão: US$ 40 por vacina da Covid-19

Negociação com a Pfizer estabelece referência para o valor cobrado pela imunização que, no Brasil, equivale a cerca de R$ 200

atualizado

Compartilhar notícia

iStock
seringa de vacina
1 de 1 seringa de vacina - Foto: iStock

Com um acerto para a compra por US$ 2 bilhões da produção da vacina contra a Covid-19 das empresas Pfizer e BioNTech em 2020, os Estados Unidos podem ter criado um preço de referência para as futuras imunizações contra o coronavírus.

O acordo depende da aprovação do medicamento pelo FDA (a Anvisa americana), mas garante doses suficientes para 50 milhões de norte-americanos, com o custo de US$ 40 por pessoa ou US$ 19,50 por dose. Em reais, o valor da imunização completa seria de cerca de R$ 200 com dólar cotado a R$ 5.

O preço é semelhante ao das vacinas contra a gripe e é considerado razoável por especialistas. “Está dentro da média da sensatez”, diz Peter Pitts, presidente do Centro para Medicina e Interesse Público, à agência de notícias Reuters.

Algumas indústrias farmacêuticas já haviam afirmado que a imunização contra a Covid-19 não será vendida a preço de custo. Como esta é a primeira compra finalizada, o valor pago deve se tornar padrão para vacinas semelhantes — as empresas provavelmente não conseguirão cobrar muito mais do que o concorrente.

0

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações