metropoles.com

Exposição excessiva a tela de celular pode causar melasma em homens

Os principais sintomas dessa doença crônica são manchas escuras no rosto, principalmente nas bochechas, testa e buço

atualizado

Compartilhar notícia

iStock
WhatsApp Image 2019-01-25 at 16.54.29
1 de 1 WhatsApp Image 2019-01-25 at 16.54.29 - Foto: iStock

Apesar de ser mais comum entre mulheres, o melasma pode ser verificado cada vez mais nos homens. De acordo com dermatologistas, o recente fenômeno é consequência da exposição excessiva do rosto a telas de computadores, celulares e tablets.

Os principais sintomas dessa doença crônica são manchas escuras no rosto, principalmente nas bochechas, testa e buço. O surgimento do melasma também está relacionado a oscilações hormonais, principalmente durante a gravidez ou como consequência do uso de anticoncepcionais. No entanto, o principal fator desencadeante é a exposição solar e luzes fortes.

Caso apareça pontos escuros na pele, independente da coloração e tamanho, recomenda-se procurar um dermatologista. Afinal, a tendência é a mancha aumentar e escurecer se não for controlada. O tratamento envolve primeiramente clarear a região e depois manter o rosto livre de novos pontos escuros. No entanto, a dermatologista Marcela Barreto, da Aliança Instituto de Oncologia, reforça a importância de fazer a manutenção do tratamento.

Entre as medidas diárias para evitar a doença, Marcela indica o uso do filtro solar em cápsulas, além do produto líquido aplicado na pele regularmente. “Um não substitui o outro. Associados, eles apresentam um melhor resultado”, explica a dermatologista. “O medicamento oral é essencial principalmente por causa do uso de celulares e computadores”, conclui.

Quanto ao filtro solar usado diretamente na pele, Marcela recomenda os de amplo espectro, que tem proteção contra luz UVA, UVB e luz visível. “O fator mínimo deve ser 30, mas damos preferência para os 50 para cima. Eles devem ser aplicados de manhã e reaplicados ao longo do dia”, indica. No caso especifico do tratamento contra o melasma, a dermatologista afirma que os filtros solares inorgânicos pigmentares, ou seja que tem cor na sua composição, são mais indicados.

A médica ainda reforça a importância do uso de chapéu, boné e viseira para evitar exposição direta ao sol.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações