Anvisa faz alerta sobre intoxicações com produtos de limpeza e sugere dicas

Problemas entre adultos provocados pelo uso incorreto de itens de higienização cresceram 23,3% nos quatro primeiros meses do ano

atualizado 18/05/2020 11:02

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, as autoridades de saúde têm lembrado a importância de higienização correta da casa e de objetos e superfícies de maneira adequada. Ao mesmo tempo, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) chama atenção, por meio de nota técnica, para o aumento de casos de intoxicação por produtos de limpeza.

De acordo com o levantamento do órgão sanitário, com base nos dados dos Centros de Informação e Assistência Toxicológica (CIATox), entre janeiro e abril deste ano – período que coincide com o início da epidemia da Covid-19 –, foram registrados 1.540 casos de intoxicação devido a produtos de limpeza envolvendo adultos e 1.940 casos com crianças.

No caso dos adultos, o número representa um aumento de 23,3%, comparado ao mesmo período de 2019, e de 33,68%, com relação a 2018. Já entre as crianças, o crescimento foi de 6% em relação ao ano anterior e de 2,7% sobre 2018.

“Embora os dados não forneçam informações que mostrem um vínculo definitivo entre as exposições e os esforços de limpeza para evitar a Covid-19, parece haver uma associação temporal clara com o aumento do uso desses produtos”, explicou a agência.

A Anvisa lembra que os produtos de saneamento doméstico contêm substâncias ou preparações destinadas à higienização, desinfecção ou desinfestação domiciliar e devem ser utilizados de acordo com as instruções descritas no rótulo. E sugere algumas medidas de segurança:

1 – Mantenha os produtos de limpeza fora do alcance de crianças e animais, pois podem atrair a atenção principalmente de crianças pequenas, entre 1 e 5 anos de idade, e causar acidentes graves;
2 – Evite o armazenamento desses produtos em recipientes diferentes e não etiquetados;
3 – Supervisione as crianças, não permitindo que acessem ambientes aonde tais produtos são armazenados;
3 – Não deixe detergentes e produtos de limpeza em geral debaixo da pia ou em chão de banheiro;
4 – Leia e siga as instruções descritas no rótulo do produto;
5 – Evite a mistura de produtos químicos;
6 – Garanta a ventilação adequada quando for manusear o produto;
7 – Inutilize embalagens vazias dos produtos, pois elas sempre ficam com resíduos. Jogue fora as embalagens vazias, de preferência em sistema de coleta seletiva;
8 – Em caso de emergências toxicológicas, não provoque vômito e tenha sempre disponível o número 0800-722-6001 do Centro de Intoxicações (CIATox).

0

 

Mais lidas
Últimas notícias