Irã diz que bombardeio de bases dos EUA são início de operação

A "grande operação", nas palavras do comandante iraniano Hajizadeh, "continua por toda a região"

Reprodução/Instagram

atualizado 09/01/2020 13:50

O comandante iraniano Amir Ali Hajizadeh afirmou nesta quinta-feira (09/01/2020) que o bombardeio contra bases militares que abrigavam tropas americanas pode ter sido apenas o início.

“Os ataques com mísseis em uma das bases mais importantes dos EUA foram o início de uma grande operação que continua por toda a região”, disse.

Segundo Hajizadeh, a ação adequada para vingar a morte do general Qassim Suleimani será expulsar os Estados Unidos da região. O líder militar foi morto na semana passada em ataque próximo ao aeroporto de Bagdá, capital do Iraque.

O objetivo do ataque, segundo o comandante iraniano, não era matar soldados, mas prejudicar a “máquina pública” dos EUA. Hajizadeh afirmou, contudo, que “dezenas de pessoas foram mortas ou feridas”.

“Poderíamos organizar a operação de maneira que 500 fossem mortos na primeira etapa e, se respondessem, na segunda e terceira etapas, suas baixas chegariam de 4 mil a 5 mil”, complementou.

O presidente dos EUA, Donald Trump, negou nessa quarta-feira (08/01/2020) a informação do comandante iraniano e garantiu que nenhum norte-americano foi morto no ataque. (Com Agência Estado e BBC)

Últimas notícias