Encontro de casal de idosos em leito de hospital causa comoção na web

A mulher recobrou a consciência após uma hemorragia cerebral e implorou aos médicos que a levassem para perto do marido, na UTI

atualizado 01/08/2019 10:27

Reprodução/Weibo

Imagens de um casal gravemente doente em um hospital no Sul da China, de mãos dadas possivelmente pela última vez, estão causando comoção nas redes sociais. As fotos, tiradas no sábado (27/07/2019), mostram a ação da equipe da enfermaria de neurologia do Hospital Universitário de Hong Kong-Shenzhen concedendo o desejo da Sra. Peng, de 77 anos, de estar perto do marido, o Sr. Gao, 84.

Segundo os funcionários, a mulher está internada desde 8 de julho depois de sofrer uma hemorragia cerebral e, ao recuperar a consciência, soube que o marido estava na unidade de tratamento intensivo, após um ataque cardíaco. Foi aí que ela pediu aos médicos para ser levada até ele.

0

A equipe se prontificou a atender o desejo de Peng, que foi conduzida de maca ao encontro do amor de sua vida. No microblog chinês Weibo, rede social semelhante ao Twitter, o hospital relatou que, durante o encontro, foi possível ouví-la falar “homem velho, velho”, com muita ternura, enquanto segurava a mão do homem em coma.

O encontro durou cerca de 10 minutos e foi acompanhado também por uma filha do casal. A equipe médica e familiares foram às lágrimas. “Segurando sua mão e envelhecendo com você”, escreveu o hospital na rede social, recebendo milhares de comentários emocionados. “É o tipo de amor que eu invejo”, comentou um. “Isso é felicidade real”, disse outra. “Que eles se encontrem em outras vidas”, escreveu mais um.

Ao jornal South China Morning Post, a filha do casal revelou que os pais estavam casados há 57 anos e se apoiavam em qualquer situação. “Quando minha mãe viu meu pai, ela continuou dizendo ‘velho, velho’ e não podia dizer mais nada. Seu corpo estava muito fraco”, lamentou a filha, ao agradecer à equipe médica por permitir o que pode ser o último encontro dos dois. O Sr. Gao não recuperou mais a consciência.

Idosos morrem no mesmo dia
No começo de julho, outro casal causou comoção na internet, após viralizar a notícia de que eles haviam falecido no mesmo dia, depois de 71 anos de casamento. As mortes de Herbert DeLaigle, de 94 anos, e Marilyn Frances DeLaigle, de 88, ocorreram com apenas 12 horas de diferença, em um hospital em Waynesboro, na Virgínia (EUA).

Herbert DeLaigle foi o primeiro a partir, por volta das 2h20. Doze horas depois, chegou a vez de Marilyn. Pessoas próximas ao casal comentaram que ela possivelmente morreu após a chamada síndrome do coração partido, que afeta o músculo cardíaco e geralmente é desencadeada por situações de estresse agudo emocional ou físico. Ela não teria suportado a dor da perda do marido.

Últimas notícias