Bolsonaro à imprensa: “Vocês têm liberdade demais, de sobra”

O chefe do Executivo disse que, em seu governo, não se fala em controle social da mídia. Ele também reclamou de "censura" às mídias sociais

atualizado 12/01/2021 15:20

Hugo Barreto/Metrópoles

Em evento alusivo aos 160 anos da Caixa, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que os veículos de imprensa “nunca tiveram tanta liberdade”. Segundo ele, nunca se ouviu falar em controle social da mídia ou democratização dos meios de comunicação (dois temas caros aos governos do PT e aos partidos de esquerda, os quais o presidente buscava alfinetar) em seu governo.

“Minha adorada imprensa, vocês nunca tiveram tanta liberdade quanto em meu governo. Nunca se ouviu falar em meu governo em controle social da mídia, ou democratização da mesma. Vocês têm liberdade demais, de sobra”, afirmou ele durante discurso proferido nesta terça-feira (12/1).

Por outro lado, Bolsonaro lamentou o que chamou de “censura” às mídias sociais simpáticas à sua gestão. “Eu lamento o fechamento, a censura às mídias sociais. Elas não concorrem com vocês não, uma estimula a outra.”

Por meio do chamado Inquérito das Fake News, o Supremo Tribunal Federal (STF) apura ameaças a ministros da Corte e a disseminação de conteúdo falso na internet. Um dos alvos da investigação é o site governista Terça Livre e seu editor, Allan dos Santos.

O inquérito incomoda o Palácio do Planalto, onde foi apontada a existência de um “gabinete do ódio” financiado com dinheiro público para atacar opositores do governo e do próprio dirigente do país.

O presidente já chamou a investigação de “inconstitucional” e alegou que querem tirar a mídia que atua em seu favor. “Estão perseguindo gente que apoia o governo de graça. Querem tirar a mídia que eu tenho a meu favor, sob o argumento mentiroso de fake news. Não teremos outro dia igual a ontem, chega, chegamos no limite”, afirmou, em maio, após operação da Polícia Federal (PF) que atingiu redes bolsonaristas.

0

 

 

Últimas notícias