“Alegre e descontraído”, diz deputado sobre almoço com Bolsonaro

Fábio Ramalho foi convidado a preparar um leitão para almoço temático “informal” no Palácio do Planalto na terça-feira

atualizado 03/03/2021 17:50

Almoço BolsonaroReprodução/Instagram Fábio Ramalho

Conhecido em Brasília pelos banquetes mineiros que promove nas dependências da Câmara, o deputado Fábio Ramalho (MDB-MG) preparou um almoço “informal”, na última terça-feira (2/3), no Palácio do Planalto, para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Entre os convidados, estava o governador de Minas, Romeu Zema (Novo).

O parlamentar descreveu o mandatário do país como “alegre” e “bem descontraído”. O relato foi feito ao jornal Folha de S.Paulo e confirmado pelo parlamentar ao Metrópoles.

“Ele [Bolsonaro] vai para Minas Gerais amanhã [quarta], se não me engano, e volta para lá no dia 26. Estava alegre, bem descontraído”, afirmou o emedebista.

“Quando você está almoçando, você não está com a cara fechada”, explicou ele à reportagem. Segundo Ramalho, o presidente já comprou a ideia das vacinas e a resolução do assunto refletiu em seu semblante.

Na terça-feira, o Brasil computou 1.641 óbitos causados pela Covid-19 — terceiro maior registro — e 59.925 novas infecções de coronavírus, segundo balanço divulgado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). No total, o país já perdeu 257.361 vidas para a doença e somou 10.646.926 casos de contaminação.

“Ao mesmo tempo que ele está preocupado com isso [mortes], ele também está satisfeito com a questão das vacinas, porque ele está com muita esperança de que as vacinas vão dar certo e acho que ele comprou, realmente, a ideia”, completou o deputado.

Também na terça-feira, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), reuniu um grupo de governadores para tratar da situação da pandemia no Brasil. Foi definida a criação de um grupo de trabalho com o objetivo de melhorar a oferta de vacinas no país, viabilizar o auxílio emergencial e acertar uma pauta de projetos a serem votados no Congresso.

Ramalho disse que não foram deliberadas medidas concretas no encontro, mas que o presidente falou da pandemia e disse que há muitas vacinas para chegar.

Segundo o deputado, que é coordenador da bancada mineira no Congresso, o cardápio para o banquete incluiu leitão, linguiça, feijão tropeiro e carne moída com quiabo.

Últimas notícias