A jornal, Bruno Soares afirma que tênis pode voltar só em 2021

Na visão do tenista mineiro, é necessário que a pandemia esteja sob controle, uma vez que a modalidade é disputada em vários países no ano

Reprodução/Facebook

atualizado 01/04/2020 9:17

O tenista mineiro Bruno Soares declarou que o risco do circuito mundial do tênis só voltar no ano que vem é real. Na visão dele, a necessidade de se passar por vários países durante a temporada faz com que a pandemia do coronavírus precise estar controlada no mundo inteiro para que os jogos possam retornar à normalidade.

“Como tenistas, temos um grande problema: é um esporte totalmente globalizado. Em outras palavras, os campeonatos de futebol na Argentina, no Brasil, ou a NBA, por exemplo, podem retornar se esses países controlarem o vírus. Mas isso não acontece no tênis”, afirmou, em entrevista ao jornal La Nación.

Ainda de acordo com o duplista, campeão do Australian Open e do US Open em duplas, ainda não há a necessidade de se cancelar torneios que sejam realizados no segundo semestre de 2020.

“Não temos motivo para cancelar agora algo de outubro, por exemplo. Por mais que eu acredite que não jogar mais nada este ano seja uma possibilidade, por causa da situação em que vivemos, não há porque tomar essa decisão agora”, opinou.

Ajuda a tenistas

Se em outras modalidades, como o futebol, jogadores já aceitaram reduções salariais, no tênis a intenção é ajudar os tenistas menos favorecidos. Neste esporte, por exemplo, é muito comum que os próprios tenistas revertam o dinheiro ganho em premiações para custear o restante do calendário. Muitas vezes sem patrocínios e contando apenas com os prêmios dos torneios, alguns atletas não sabem o que esperar do futuro pós-coronavírus.

“Há uma preocupação muito grande com quem está entre os 150, 300 ou 500 no ranking, que não tem como ganhar dinheiro agora. Temos um grupo com os membros do conselho. Estão todos comprometidos. Eu me sinto responsável porque represento os duplistas, e tem muita gente numa condição difícil, sem ganhar dinheiro”, detalhou.

Vídeos
Últimas notícias