Demba Ba acusa técnico do PSG de ter culpado jogadores do Basaksehir por incidente racista

Em jogo realizado na última semana, quarto árbitro se referiu a membro da comissão técnica da equipe turca de forma racista

atualizado 16/12/2020 13:16

Demba Ba BasaksehirANP Sport via Getty Images

O incidente racista envolvendo o PSG e o Istanbul Basaksehir, em jogo da Champions League realizado na última semana, continua dando o que falar. Demba Ba, jogador da equipe turca e um dos líderes da revolta ocorrida em campo, acusou o técnico do time francês, Thomas Tuchel, de ter culpado os jogadores adversários pela ofensa.

Em entrevista ao TRT World, Demba Ba parabenizou os jogadores de sua própria equipe e do PSG pela atitude, afirmando que “eles poderiam ter dito, ‘nós estamos aqui para jogar e eles não’”. No entanto, o atleta fez uma reclamação: “Eu gostaria que Tuchel fosse para frente das câmeras e explicasse a forma como eles nos tratou, isso eu não aceito. Nunca aceitarei e da próxima vez que eu vê-lo, ele vai ouvir”, afirmou.

Perguntado sobre o que ele queria dizer, Demba Ba afirmou. “Ele teve uma ou duas discussões com jogadores do nosso time e basicamente nos culpou pelo que aconteceu. Isso é problema dele, não meu”.

Vídeos
Últimas notícias