Brasil fecha 2019 com 150 classificados para Olimpíada de Tóquio

Nomes como Isaquias Queiroz e Erlon Souza estarão na briga por medalhas na próxima edição dos Jogos Olímpicos

Alexandre Loureiro/Exemplus/COB

atualizado 31/12/2019 14:46

O Brasil já tem pelo menos 152 atletas garantidos nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que serão disputados no ano que vem. Nomes como os medalhistas Isaquias Queiroz e Erlon Souza estarão na competição na Terra do Sol Nascente e buscarão conquistar medalhas para o Brasil durante mais uma edição asiática da Olimpíada.

Ao todo, serão 250 atletas brasileiros no Japão. Os outros, serão classificados em pré-olímpicos marcados para o primeiro semestre de 2020. É o caso, por exemplo, das seleções de basquete de quadra e do 3 x 3, que ainda terão oportunidades garantirem presença em Tóquio.

Em modalidades como o skate, que fará a primeira aparição em Olimpíadas, o Brasil chegará com status de favorito à conquista de medalhas. Nomes como Pâmela Rosa e Rayssa Leal, a Fadinha, de apenas 11 anos, são as favoritas a conquistarem a vaga para representar o país. A corrida aos Jogos Olímpicos, porém, se arrastará até 31 de maio de 2020.

A ginástica artística é outro campo onde os brasileiros podem fazer bonito. A Seleção Brasileira masculina da modalidade, composta por atletas como Arthur Zanetti e Arthur Nory já garantiu vaga na competição, via Mundial de Stuttgart. Individualmente, Flávia Saraiva garantiu a primeira vaga para o Brasil em Tóquio.

Em 2016, na Olimpíada realizada no Rio de Janeiro, o Brasil terminou a competição na 13ª colocação do quadro de medalhas. Ao todo, a delegação dona da casa conquistou sete medalhas de ouro, incluindo o inédito título do futebol masculino, seis pratas e seis bronzes, em um total de 19 medalhas.

Vídeos
Últimas notícias