Brasiliense Allana Macedo lança hit com Naiara Azevedo e bomba no sertanejo

Em duas semanas, Barzin da Vida alcançou mais de 1 milhão de views na rede social, consolidando o nome de Allana no rol de apostas do gênero

atualizado 02/11/2020 12:31

Allana Macedo, promessa brasiliense do sertanejoReprodução

Apesar do rótulo persistente de capital do rock, Brasília já provou sua vocação para exportar nomes dos mais diversos gêneros para os palcos do país.  Um dos mais novos e promissores talentos do sertanejo é o da planaltinense Allana Macedo, que conquistou, nas últimas duas semanas, mais de 1 milhão de views no YouTube, com a faixa de lançamento de seu novo DVD, gravada em parceria com Naiara Azevedo.

Nascida e criada em uma região predominantemente rural, com muitos músicos na família, o gênero a qual representa começou a correr cedo por suas veias.

“Acho que 90% do que se ouve em Planaltina é sertanejo. Então sempre fez parte da minha vida. Meu avô era sanfoneiro e meu pai tocava em violão nos barzinhos da redondeza. Comecei a cantar nas festas de família com 8 anos, depois no colégio e também no YouTube. Até que passei a fazer isso profissionalmente. Há cinco anos viajo o Brasil com meus shows”, conta.

Foi em um dessas viagens que conheceu que Naiara. A brasiliense abriu uma apresentação da sertaneja em Guarapuava, no Paraná, e meses depois pediu a um amigo em comum que intermediasse a parceria. A musa dos 50 Reais topou na hora.

“Ela é superquerida. Desde então criamos uma grande amizade. A faixa foi gravada muito naturalmente, não ensaiamos nada e deixamos a espontaneidade fluir. O resultado nos agradou, conseguiu passar o nosso sentimento. Foi lindo”, comemora Allana.

Além de ser uma “sofrência das boas”, Barzin da Vida também marca uma nova fase na carreira da cantora. “Nesse DVD, eu participei de todas etapas, desde a escolha do repertório, ao lançamento. Quis deixar tudo bem a minha cara. As participações também deram um toque especial, pois nunca tinha tido parcerias do meio sertanejo nas minhas músicas”, destaca a a cantora.

Dedicação total à música

Antes da união de sucesso com Naiara, a sertaneja já tinha gravado com outros artistas conhecidos pelo grande público e conquistado bons números nas plataformas digitais. Entre os destaques, está a música Vibezinha de Solteiro, com participação de MC MM e David Brazil.

Lançada em janeiro, o clipe já contabiliza 5 milhões de views. “As parcerias são essenciais no sertanejo. No DVD, ainda tivemos a participação do Humberto e Ronaldo, que também sou muito fã”, acrescenta.

Com a carreira em ascensão, ela espera, em breve, ganhar a simpatia de veteranos do gênero, com quem ainda sonha em gravar. “Meu sonho é ter a participação do Bruno e Marrone ou até mesmo do Chitãozinho e Xororó em um próximo trabalho. São músicos que passei a infância e adolescência toda ouvindo, minhas maiores referências no sertanejo, que além de terem uma voz incomparável, são superhumildes, carismáticos e tem músicas que emocionam gerações”.

Ela também cita as representantes do feminejo. “Me inspiro nas mulheres do sertanejo que abriram as portas desse mercado, que era tão restrito para nós, como Roberta Miranda, Paula Fernandes e Marília Mendonça”, elenca.

0
Mudanças

Com a repercussão do trabalho como cantora, Allana teve de fazer algumas escolhas. Ela decidiu abandonar a faculdade de gestão ambiental, no campus de Planaltina da Universidade de Brasília (UnB), para se dedicar inteiramente à música e também deixou a cidade natal.

A ideia é ir morar onde estiver sua demanda de shows, mas durante a pandemia, fixou-se em Goiânia para poder ver os pais com mais frequência e manter o contato com suas raízes.  “Apesar de Brasília ter grandes oportunidades e casas de show sertaneja, acredito que estou na capital nacional do sertanejo. Porém, todo mês vou ao Distrito Federal ficar com minha família e ver os amigos. Meus seguidores também são majoritariamente da cidade. Então, tenho uma gratidão muito grande por esse público, que foi o primeiro a me abraçar”, finaliza.

Últimas notícias