Ex-distrital Juarezão morre após sofrer grave acidente de carro no DF

Colisão ocorreu na BR-080, próximo a Brazlândia. Ex-deputado foi encaminhado pelos bombeiros para o Hospital de Base, mas não resistiu

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 21/06/2019 23:53

O ex-deputado distrital Juarez Carlos de Lima Oliveira, o Juarezão (PSB), 56 anos, morreu após sofrer um grave acidente automobilístico na BR-080, próximo a Brazlândia, na noite desta sexta-feira (21/06/2019).

Segundo uma fonte da polícia ouvida pelo Metrópoles, o ex-parlamentar estava inconsciente e precisou ser retirado das ferragens. Ele foi estabilizado, entubado por uma equipe de socorro do Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Regional de Brazlândia. De lá, seguiu para o Hospital de Base, de helicóptero. No entanto, ele não resistiu aos ferimentos.

O ex-distrital conduzia uma Nissan Frontier vermelha e bateu em uma carreta no sentido Brazlândia–Padre Bernardo (GO), no trecho conhecido como Sete Curvas, por volta das 18h45. Foram deslocadas para atendimento quatro viaturas dos bombeiros, uma aeronave e 21 militares. Juarezão foi transportado instável, com fratura na face, traumatismo cranioencefálico e fratura exposta no braço direito. A dinâmica do acidente não foi divulgada.

No Hospital de Base, parentes de Juarezão ficaram consternados quando a morte do ex-parlamentar foi confirmada. Até a última atualização deste texto, não havia informações sobre o velório e a cerimônia de sepultamento.

Repercussão

O vice-governador Paco Britto (Avante) lamentou a morte. “Muito triste essa notícia do falecimento do ex-deputado. Foi um homem que sempre priorizou a vida política, principalmente para a cidade de Brazlândia”, afirmou ao Metrópoles.

O presidente da Câmara Legislativa (CLDF), Rafael Prudente (MDB), afirmou estar em luto. “Perdi um grande amigo, um homem que sempre lutou pela saúde da população de Brasília. Ele deixa uma linda história em defesa da sua cidade, Brazlândia, e muitas amizades que fez ao longo de seu trabalho”, disse Prudente, que esteve ao lado do ex-parlamentar na última legislatura, entre 2015 e 2018.

O ex-presidente da Casa Joe Valle (PDT) também prestou solidariedade. “Meus sentimentos à família e aos amigos. Que Deus conforte e dê forças a vocês neste momento de dor e despedida”, disse, pelo Twitter.

Deputados da atual legislatura, como Chico Vigilante (PT), Fábio Félix (PSol) e Leandro Grass (Rede) lamentaram a perda, assim como o ex-distrital Wasny de Roure, que recentemente deixou o PT. O ex-governador Rodrigo Rollemberg (PSB) também manifestou tristeza com a fatalidade.

Por meio de nota, a direção do PT de Brazlândia se solidarizou com a família do ex-deputado. “Desejamos força e paz neste momento de dor.”

 

Carreira

O ex-parlamentar foi eleito em 2014.  Em 2016, os distritais o escolheram como vice-presidente da Câmara Legislativa para a cadeira deixada por Liliane Roriz (Pros), que renunciou ao cargo após divulgar as gravações que originaram a Operação Drácon, sobre a suposta cobrança de propina por parte de deputados.

Quando a Justiça afastou a ex-presidente da Casa Celina Leão (Progressistas) por suspeita de participar do esquema, Juarezão assumiu o comando da CLDF interinamente.

Nas eleições de 2018, ele concorreu à reeleição, mas não teve sucesso no pleito. A base eleitoral dele é em Brazlândia, onde morava.

Veja vídeo do resgate dos bombeiros:

Últimas notícias