Estelionatários do DF causam prejuízo de R$ 300 mil pela internet

Com nomes falsos e dados de cartões de créditos das vítimas, investigados faziam compras fraudulentas on-line

atualizado 26/03/2021 21:50

carro da DRCCDivulgação/PMDF

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu nesta sexta-feira (26/3) integrante de um grupo criminoso especializado em lavagem de dinheiro. Coordenada pela Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), os agentes nomearam essa ação de Operação Contestado.

Segundo as investigação, o grupo fazia compras fraudulentas pela internet. Os integrantes cadastravam nome falso, mas usavam CPF e cartão de crédito válidos, possivelmente adquiridos de forma também fraudulenta.

Conforme a apuração, os investigados compraram mercadorias de empresas das vítimas e os receberam em endereços distintos. Após a entrega, a compra é contestada. Segundo o delegado Dário Freitas Júnior, da DRCC, os prejuízos giram em torno de R$ 300 mil.

Saiba mais sobre a investigação: 

Após autorização judicial, os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão em endereços de Samambaia. Na ocasião, um homem de 30 anos investigado foi preso em flagrante por falsificação de documentos público e particular, além de tentativa de estelionato.

O suspeito trabalha como ajudante em um bar na região administrativa. Segundo a delegacia especializada, a investigação irá continuar no intuito de identificar os demais integrantes do grupo criminoso. O homem detido nesta sexta foi conduzido até a DRCC.

Últimas notícias