“Ele maltratou demais elas”, diz tia de mulher morta por caseiro em GO

Crime foi cometido com requintes de crueldade. O suspeito esfaqueou a vítima, grávida, diversas vezes na barriga antes de fugir

atualizado 30/11/2021 11:57

Homem mata mulher gravida e enteada corumba goiasReprodução

Corumbá de Goias – Tia de Raniere Aranha Figueiró, 19 anos, brutalmente assassinada pelo companheiro no último domingo, em Corumbá (GO), reconheceu o corpo da sobrinha e da filha dela, de apenas 2 anos. Helena Aparecida Figueiró esteve no local do crime e descreveu, ainda com lágrima nos olhos, o que viu. “Ele maltratou demais elas. A bebê estava com um ferimento de faca embaixo do queixinho e outro abaixo do peito”, disse, ao Metrópoles, a familiar.

Quem é o caseiro que matou esposa e bebê a facadas

O crime chocou a comunidade, de cerca de 11 mil habitantes. Wanderson Mota Protácio, 21, degolou e esfaqueou, diversas vezes, a barriga de Raniere. A jovem estava grávida de 16 semanas. No corpo de Geysa Aranha da Silva Rocha, de 2 anos e 8 meses, também havia marcas da violência, que tiraram a sua vida. O suspeito está foragido.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Pai e avô das vítimas, Carlos Coelho Figueiró acompanhou o velório, o cortejo e o sepultamento das vítimas nesta terça-feira (30/11). “Imagina uma dor. Tem mais de 48 horas que eu não durmo”, lamentou. “Minha neta corria para mim e pedia bênção sempre”, chorou. Mãe e avó das vítimas, Antônia Sebastião Aranha estava em choque e recebia medicamentos para acompanhar o enterro.

Segundo o tio da jovem, Odair José Coelho, as mortes foram muito violentas. “Na Raniere, ele faz várias perfurações na barriga. Ela estava grávida de um filho dele. Muito frio e calculista, ele cortou o pescoço da Raniere”, contou. A moça tinha escoriações nos dedos. De acordo com a família, Wanderson vivia com a vítima havia aproximadamente 5 meses.

Após assassinar a esposa e a criança, Wanderson ainda invadiu duas fazendas. Na primeira, roubou um revólver. Na segunda, matou um fazendeiro, identificado como Roberto Clemente de Matos, e tentou estuprar a esposa dele. Ele acetou o ombro da mulher com um tiro e levou o carro do casal.

Depois das buscas que mobilizaram as forças de segurança de Goiás e do DF por Lázaro Barbosa, em junho deste ano na mesma região, esta é a primeira vez que a polícia goiana reúne forças de várias cidades para encontrar um foragido.

O assassino

Vindo do Maranhão para trabalhar no cultivo de tomate no município goiano.

Força-tarefa caça caseiro que matou mulher, enteada e fazendeiro em GO

Amigos das vítimas acompanhavam o velório, nesta terça-feira (30/11), estarrecidos. Segundo eles, não havia registro de briga entre o casal e Wanderson tratava a enteada muito bem.

Homem preso

A Polícia Civil de Goiás prendeu, ainda na tarde de segunda-feira (29/11), em Alexânia, um homem que teria comprado um celular de Wanderson. De acordo com a investigação, o aparelho pertencia a Cristina Nascimento Silva, esposa do fazendeiro  morto com tiro na cabeça.

“Ele vendeu esse celular para juntar dinheiro, e a polícia conseguiu identificar esse comprador, que foi preso por receptação”, disse o delegado Tibério Martins, responsável pela caçada ao fugitivo. Tibério disse ainda que o Wanderson está “desesperado por dinheiro” para fugir de Goiás.

Mais lidas
Últimas notícias