metropoles.com

Começa distribuição do Cartão Material Escolar no DF. Veja regras

Primeiro lote do beneficio atenderá 59.671 alunos de 38.152 famílias, investindo R$ 18.348.480 na educação desses estudantes

atualizado

Daniel Ferreira/ Metrópoles
Material escolar

Começa nesta sexta-feira (5/3) o depósito em dinheiro para os beneficiários do Cartão Material Escolar. O auxílio varia entre R$ 240 e R$ 320.

O primeiro lote vai contemplar as pessoas com cartão físico, distribuído em 2020, tendo famílias cadastradas no programa Bolsa Família, do governo federal, em 2021.

O auxílio será de R$ 320 para estudantes na educação infantil e no ensino fundamental. O benefício de R$ 240 é destinado para quem cursa o ensino médio. Serão distribuídos três lotes.

Na rede pública, considerando o quadro de agravamento da pandemia do novo coronavírus, as aulas vão voltar no dia 8, no modelo remoto. Contudo, os alunos terão atividades em casa e vão precisar do material escolar.

Twitter

O governador Ibaneis Rocha (MDB) comentou o início do programa pelo Twitter nessa quinta-feira (4/3). Segundo o emedebista, o primeiro lote vai beneficiar 59.671 estudantes.

Ao todo, serão beneficiadas neste primeiro lote 38.152 famílias do DF com estudantes matriculados na rede pública de ensino. O total investido é de R$ 18.348.480.

Segundo a Secretaria de Educação, as listas de materiais foram aperfeiçoadas. Ela inclui o chip para dispositivo móvel, necessário na instalação do aplicativo Escola em Casa DF, porta de acesso à plataforma Google Sala Aula, por meio da qual são transmitidas as lições remotas.

Vale lembrar que, para garantir acesso às famílias carentes, a partir da aquisição do chip e do download do aplicativo, os pacotes de dados são pagos pela pasta de Educação.

Listas

Com o cartão, é possível comprar, por exemplo, jogos pedagógicos, brinquedos, caderno, cartolina, lápis de cor e papel A4, mochila, agenda, calculadora de bolso, pen drive e dicionários de português, inglês e espanhol.

Houve aumento no número de produtos, na comparação com 2020. Na educação infantil, 45 itens estavam a disposição no passado. Neste são 47. Nos anos iniciais do ensino fundamental, o número saltou de 46 para 49.

Nos anos finais do ensino fundamental, lista avançou de 28 para 29. No ensino médio, aumento foi de 23 para 25 produtos. No caso da educação especial, são 171 itens.

O cartão pode ser usado nas papelarias cadastradas no DF. Os beneficiários podem checar os depósitos pelo telefone 156.

Caic desativado

Ainda na quinta-feira, Ibaneis fez uma postagem sobre a demolição do CAIC Castelo Branco. Nas palavras do governador, o antigo prédio dará espaço a uma nova escola.






Quais assuntos você deseja receber?