Cão vítima de maus-tratos ficava preso em cubículo cheio de entulho

Agentes da PCDF prenderam o dono do animal em flagrante. Cachorro foi socorrido e levado para tratamento veterinário

atualizado 17/09/2021 19:33

CãoMaterial cedido ao Metrópoles

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) resgatou um cachorro vítima de maus-tratos em um ferro-velho, em Arniqueira. O dono do estabelecimento foi preso em flagrante.

Policiais chegaram ao local, após receber denúncia da secional da Ordem dos Advogados do Brasil no DF (OAB-DF). O tutor do cachorro foi autuado pelo artigo 32, da Lei 9.605/98: maus-tratos.

O caso é conduzido pela 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul). Segundo a representante da Comissão de Proteção dos Animais da OAB-DF, Ana Paula de Vasconcelos, o animal era “utilizado” para vigiar o local.

De acordo com a OAB-DF, o cachorro seria solto a noite. Passava os dias preso em um cubículo cheio de pedras e entulhos, onde não podia sequer deitar.

“Situações como essa retratam uma realidade de que a sociedade não suporta mais a crueldade contra animais”, comentou a representante da OAB-DF.

“Cachorro não é um objeto que as pessoas possam fazer o que querem para atender suas necessidades sem se importar com o sofrimento imposto a esses seres vulneráveis”, contou Ana Paula.

Trauma

O cachorro tem sinais psicológicos de muito medo ao ter contato humano. Pelo diagnóstico da OAB-DF, o animal mostra uma postura de submissão, comum em cães que sofrem agressões físicas.

O animal foi apreendido e encaminhado para atendimento veterinário e será encaminhado para um lar temporário até adoção.

 

Últimas notícias