Deixe os tabus do lado de fora e pode entrar. Tudo sobre sexo, para você gozar a vida.

Dia do Orgasmo: testamos lubrificantes “diferentões”. Eis o resultado

Nesta quarta-feira (31/07/2019), data em que o mundo celebra o prazer, o Metrópoles testou o item mais popular em sex shops

atualizado 31/07/2019 20:17

Reprodução/Pixabay

Ápice do prazer sexual, o orgasmo é fundamental à existência humana. Tão importante, ganhou até um dia para chamar de seu: 31 de julho. A data foi criada por uma rede de sex shop britânica e acabou se popularizando em todo o mundo. Tendo a comemoração como norte, o Metrópoles selecionou quatro lubrificantes íntimos “diferentões” para ajudar homens e mulheres a chegarem lá.

Item mais popular em lojas especializadas, os lubrificantes evoluíram junto com a indústria. Por mais que produtos inovadores sejam criados, eles continuam protagonistas quando o assunto é apetrecho erótico. Hoje, as opções não se resumem apenas a diferentes sabores (de açaí à vodca com energético), mas variam na textura, na atuação nas zonas erógenas e até no formato.

Nem todos são em óleo, por exemplo. E há, inclusive, aqueles perfeitos para a turma natureba e sustentável – um dos escolhidos é vegano e de marca que não realiza testes em animais.

Outra alternativa que chamou atenção foi o lubrificante em formato de vela. Calma! O óleo usado no produto é próprio para esse fim e “derrete” em temperatura menor que a do material usado normalmente. Depois de aquecido, fica líquido. E aí, é só passar onde você desejar.

Confira abaixo, do melhor para o pior, nosso veredito sobre quatro lubrificantes à venda em sex shops de Brasília. Leia, relaxe… e goze.

Primeiro colocado

Nome: Vela Gourmet (Seduce)
Função: vela para massagem corporal
Preço: R$ 59,90
Sabor: Leite Ninho
Formato: óleo
Veredito: entre todos os produtos testados, este é o que melhor equilibra textura, sabor e lubrificação. Ao aquecer, a parte sólida da vela fica menos condensada, mas não chega a parecer um óleo. Por isso, é mais fácil de ser usada, já que não escorre nem faz “lambança”. O sabor de Leite Ninho é perceptível, mas sem enjoar. E, diferentemente dos demais, ele não “seca” em contato com a pele nem precisa ser reaplicado o tempo inteiro. Não é tão indicado se o intuito for massagear partes maiores do corpo, como as costas. São apenas 40 g. Nesse caso, recorra a uma opção mais em conta – há alternativas na sequência desta matéria.

Jacqueline Lisboa/Esp. Metrópoles
Vela promove uma experiência inusitada e tem sabor agradável
Segundo colocado

Nome: Orale Hot Nicole Puzzi (Santo)
Função: gel lubrificante beijável
Preço: R$ 39,90
Sabor: morango com pimenta
Formato: gel
Veredito: equilibrado e fácil de aplicar, esse gel lubrificante tem a textura que mais se parece com óleo. O aroma é delicado, e o toque na pele, perfeito. Outro fator importante é a preocupação da marca com o meio ambiente. Ela não realiza testes em animais, algo que parece não ser, ainda, uma preocupação da indústria do sexo, tão acostumada a plásticos e corantes artificiais. Na hora da transa, também não fez feio. É ótimo para o oral e a penetração. Não recomendaria com tanto afinco para o anal – nesse caso, a vela massageadora cumpre melhor a função, devido a sua maior viscosidade, que dá menos sensação de atrito.

Jacqueline Lisboa/Esp. Metrópoles
Sutil e eficaz, esse lubrificante tem outra vantagem: não agride o meio ambiente
Terceiro colocado

Nome: Fruit 50 tons (Fruit)
Função: gel beijável
Preço: R$ 29,90
Sabor: vinho tinto
Formato: gel
Veredito: embora, na embalagem, o sabor descrito seja vinho, o gosto “real” se assemelha mais ao de um chiclete de uva. Se você espera algo parecido com a bebida de Baco, fica certa decepção. Não recomendo a quem tem pouca intolerância a sabores açucarados, pois o dulçor beira o exagero. Ainda assim, este lubrificante cumpre seu papel. Ajuda as mãos a deslizarem bem na masturbação e auxilia na penetração, sem grandes mistérios. Também é bom para o sexo oral, apesar do gosto “infantil”. O preço não é salgado e, para iniciantes, pode ser uma boa compra.

Jacqueline Lisboa/Esp. Metrópoles
Pelo preço, vale investir. O sabor, entretanto, poderia ser menos doce
Quarto colocado

Nome: Vibration! (Intt)
Função: gel com efeito de vibração
Preço: R$ 69,90
Sabor: doce de leite
Formato: gel
Veredito: a embalagem traz, em brilhantes letras vermelhas, o aviso de que o produto é extraforte. Confesso que subestimei o alerta. Este, definitivamente, é um lubrificante para quem já está acostumado a testar novos patamares e experiências. Com jambu paraense na fórmula, ele promete “aquecer” e deixar levemente dormente a área na qual é aplicado. Colocar nos lábios antes de fazer o sexo oral pode ser uma boa pedida. A sensação é divertida. Na vagina e no pênis, entretanto, há ardência e incômodo excessivos. Quando estávamos no clímax, experimentei passar um pouco do produto no meu parceiro e o resultado foi quase desastroso. Por pouco, a transa não foi por água abaixo, pois o pênis quase não resistiu ao “baque” da sensação de queimação. Vale testar, entretanto, em lugares menos sensíveis, como mamilos e outras áreas que te despertem desejo.

Jacqueline Lisboa/Esp. Metrópoles
Ardor incomoda, embora, nos lábios, a sensação seja divertida

Mais lidas
Últimas notícias