Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Thaeme celebra gravidez e enjoos: “Faz não sentir medo de ter perdido”

Thaeme afirmou que já está no segundo trimestre da gestação e, por isso, resolveu revelar a novidade

atualizado 05/04/2021 14:29

Thaeme e a filhaInstagram/Reprodução

Mamãe da pequena Liz, Thaeme, dupla com Thiago, anunciou na última quinta-feira (1º/4) a sua segunda gravidez. “Esta gestação foi extremamente planejada”, contou ela em conversa com a coluna. A cantora disse que está muito feliz com a novidade e agradeceu o carinho dos fãs: “Tanta gente na torcida aqui por nós, para termos esse segundo filho”.

Thaeme afirmou que já está no segundo trimestre da gestação e, por isso, resolveu revelar a novidade. “A gente fica sempre com medo de comemorar o positivo”, disse ela. E a preocupação tem motivo. A cantora sofreu dois abortos antes de dar à luz Liz e outros dois depois. Confira a conversa com Thaeme!

0

Como você descobriu a gravidez?

Eu descobri através de um teste de farmácia mesmo. Fiz em casa. Na verdade, a gente sempre é orientada a fazer só a partir do dia que a menstruação atrasa. Mas, com minha ansiedade de tentante, fiz o teste dois dias antes e já deu positivo.

Então, não foi nenhuma surpresa? A gravidez foi planejada?

Eu já estava tentando há uns nove meses. Já estava esperando por isso porque essa gestação foi extremamente planejada. No início da pandemia, a gente resolveu dar uma segurada, ficamos com um pouco de receio. Até meu médico me orientou a esperar. Mas vimos que ia continuar por um longo tempo e decidimos voltar às tentativas.

Você disse que está sentindo muito enjoo. Esta gravidez está sendo diferente?

Sim, as duas gestações estão sendo bem diferentes, estou sentindo muito enjoo. Na da Liz, passei mal durante 13 semanas, mas era mais na parte da manhã ou após os shows. Até por conta do esforço e de ficar muitas horas sem comer. Mas bem menos que agora. Nesta gestação, tenho ficado enjoada o dia inteiro, cheguei até a ter um quadro de hiperêmese gravídica, no qual a grávida fica bem desidratada. Tive que tomar soro, porque tudo que comia voltava. Agora está melhor, mas ainda estou enjoada e nem sinal de melhorar.

Já sabe o sexo do bebê? E o nome?

Sim, já sabemos. Como falei, sou extremamente ansiosa, então, a partir do momento que dá pra saber, já quero saber. Assim que descobri, sentei com o Fábio e decidimos um nome para menino e um para menina. Só não revelei ainda porque não conseguimos fazer algo especial. Para a Liz teve clipe. Não quero que seja só eu contando.

Você sempre falava sobre a vontade de ter o segundo filho. Estava com medo por já ter perdido antes?

A gente teve duas perdas antes da Liz e duas perdas depois dela. Então, a gente sempre fica com medo de comemorar o positivo. E como eu faço os testes antes, a gente descobre e já fica na expectativa. E aconteceu de perdermos… Mas os três últimos que perdemos foram bem no início.

Por tudo que passou, você ficou com medo de sofrer um aborto?

A gente sempre tem medo de acontecer de novo. Mas nesta gestação estou bem mais tranquila. Os primeiros meses, que são mais críticos, já passaram. E esse enjoo que eu sinto é porque está tudo bem. Então, faz eu não ter medo o dia inteiro de ter perdido. Olhando o lado bom das coisas.

Estão com medo também por conta da pandemia?

A gente sabe que tem um risco. Quando decidi ficar grávida, fiz vários exames e meu médico pediu o anti-mülleriano, que é muito importante para as mulheres fazerem, principalmente, as que querem deixar a maternidade para um pouco mais tarde. Ele diz a quantidade de óvulos que você tem, se você pode deixar para depois. E o meu resultado deu baixíssimo. Então, meu médico aconselhou a tentar mesmo com a pandemia.

Depois deste, teremos mais ou a fábrica vai fechar?

Eu sempre planejei ter dois filhos. Mas nunca se sabe. Acredito que vamos parar nesses dois. Até pelas nossas rotinas serem muito complicadas. Com a Liz, a gente tirou de letra. Mas foi um esforço manter a amamentação dela por quase dois anos.

A Liz pedia um irmãozinho?

Não pedia porque acho que, com dois anos, ainda não tem essa noção. Mas foi algo que conversei bastante com ela. Fui mostrando os irmãozinhos, bebês que parecem as bonecas dela, que ela pode ajudar a cuidar. E acho que foi cativando. Assim que descobri já contei e ela ficou muito feliz, beijando a barriga, chamando. A gente vê essa irmandade, mas vamos ver quando nascer, né?

Alguma recomendação para as fãs que querem ser mães?

Nesse momento que estamos vivendo, temos que ter medo mesmo. Principalmente nós que estamos gerando, porque o risco de acontecer algo é grande. Então, tem que se cuidar. Se trabalhar fora, tem que usar máscara o tempo todo. As pessoas à volta dela têm que tomar cuidado. Mas também temos que ter fé porque, com a graça de Deus, tudo vai dar certo. Para as tentantes, só posso dizer: não desistam. Independentemente da forma que vocês tenham o filho, gerando ou não, vale muito a pena. É maravilhoso!

Últimas notícias