Centrão vê governo Bolsonaro “perdido” na CPI da Covid

Para caciques e lideranças do grupo, caso o governo não corrija a narrativa rapidamente, poderá sair "gravemente ferido" da comissão

atualizado 26/06/2021 14:47

Luis Miranda_CPI da CovidJefferson Rudy/Agência Senado

Caciques e lideranças de partidos do Centrão, alguns deles aliados ao Palácio do Planalto, avaliam que o governo Jair Bolsonaro está “perdido” na CPI da Covid do Senado.

Na percepção de parlamentares e dirigentes dessas legendas, o governo “se perdeu na narrativa” e, caso não corrija os rumos rapidamente, poderá sair “gravemente ferido” da comissão.

A avaliação do Centrão é de que a situação piorou após o depoimento do deputado Luis Miranda (DEM-DF) e do irmão dele, o servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda, nesta sexta-feira (25/6).

Na oitiva, os irmãos Miranda não só detalharam supostas irregularidades na compra da Covaxin, como disseram que Bolsonaro teria desconfiado da participação do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), no esquema.

Senadores governistas na comissão até tentaram tumultuar a sessão, para tirar o foco dão depoimento. Sem sucesso, acabaram deixando o plenário da CPI antes do fim da oitiva.

Últimas notícias