Presidente diz que quem grita “Fora, Bolsonaro” não sabe quanto é 3 x 8

Chefe do Executivo citou manifestação contrária a ele na última sexta-feira (8/10), em Campinas

atualizado 11/10/2021 15:24

Ministro da Saúde Marcelo Queiroga Atletas olímpicos e paralímpicos Jogos de Tóquio são recebidos pelo presidente Jair Bolsonaro no Palácio do PlanaltoHugo Barreto/Metrópoles

Na tarde desta segunda-feira (11/10), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) provocou manifestantes contrários ao governo dele. Durante conversa com apoiadores na praia de Guarujá, em São Paulo, o chefe do Executivo disse que quem grita “Fora, Bolsonaro” não sabe fazer uma conta de matemática.

“Na sexta-feira (8/10), a imprensa publicou, teve uma rebelião [protesto contra o presidente] lá em Campinas. Três pessoas, mulheres, de uma média de 20 anos, estudantes: [gritaram] ‘Fora, Bolsonaro’. Sem problema, eu falei ‘saio agora daqui’ se vocês três me responderem quanto é 3 x 8. Ou se vocês me responderem qual é a raiz quadrada de 4. Não responderam, esse é o nível de pessoa que fala ‘Fora, Bolsonaro'”, disse o presidente.

O momento foi gravado e divulgado por um canal simpatizante do governo.

Na sequência, uma pessoa pergunta se o mandatário acha que a educação precisa melhorar e ele rebate dizendo que o país já é um dos piores do mundo no quesito educação.

“Para o mundo que eu quero descer. O Brasil ficou em último no índice PISA [Programa Internacional de Avaliação de Alunos]. Parabéns ao PT. A educação não pode piorar, já estamos em último lugar. Parabéns, Paulo Freire. Engraçado que o primeiro mundo não adota o método Paulo Freire”, disse o mandatário.

Depois, o presidente citou feitos que, para ele, melhoraram a qualidade da educação no país. “Você acha que não tá melhorando? Vocês estão vendo em livro didático ideologia de gênero? A desconstrução da heteronormatividade, estão vendo? A educação é um transatlântico, não dá pra dar um cavalo de pau”, explicou o chefe do Executivo.

O presidente da República viajou na sexta-feira a São Paulo e tem previsão de permanecer no estado até quarta-feira (13/10). Após visita a Peruíbe (SP), no sábado (9/10), o mandatário foi multado pela prefeitura por não usar máscara de proteção facial. Segundo o órgão, ele foi multado em R$ 500 por não usar o equipamento facial.

Últimas notícias