Embaixadores da China e dos EUA no Brasil batem boca em rede social

Indicado por Trump, Todd Chapman compartilhou relatório que acusa a China de esterilizar mulheres de uma minoria étnica

atualizado 12/07/2020 16:59

Bolsonaro almoça com embaixador americano e ministrosReprodução/redes sociais

Os embaixadores no Brasil da China, Yang Wanming, e dos Estados Unidos, Todd Chapman, trocaram farpas neste fim de semana em uma rede social. As duas potências, lideradas, respectivamente, por Xi Jinping e Donald Trump, protagonizam uma guerra comercial.

Na noite de sexta-feira (10/7), Chapman compartilhou um relatório que conclui que o Partido Comunista Chinês (PCC) – sigla de Xi Jinping – está conduzindo uma campanha de esterilização em massa de mulheres que integram minorias étnicas no país asiático.

“Esterilização em massa de mulheres uigures pelo Partido Comunista Chinês – silêncio não é uma opção”, escreveu Chapman, que se encontrou com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 4/7 (foto em destaque).

Em resposta, Wanming disse, na madrugada deste domingo (12/7), que Chapman veio ao Brasil somente para atacar a China “com boatos e mentiras”.

“Aconselhamos que pare de fazer atividades desse tipo e faça bem o seu trabalho. Uma formiga tenta derrubar uma árvore gigante, ridiculamente exagerando em sua capacidade”, disparou o embaixador chinês.

Chapman foi indicado por Donald Trump em 30 de outubro do ano passado. Após ter a nomeação confirmada pelo Senado americano, chegou ao Brasil em 29 de março deste ano.

O relatório citado por Chapman foi publicado no fim de junho. Em Xinjiang, onde os uigures são a maioria, o número de nascimentos teria caído drasticamente desde 2016. A pesquisa foi desenvolvida pelo alemão Adrian Zenz, segundo a agência AFP.

Em março deste ano, Yang Wanming também trocou acusações com o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, e admirador confesso de Donald Trump.

Na ocasião, Eduardo compartilhou a seguinte mensagem: “A culpa pela pandemia de coronavírus no mundo tem nome e sobrenome. É do Partido Comunista Chinês”. Em contrapartida, Wanming disse que o filho do presidente tem um “vírus mental”.

Confira as mensagens:

Últimas notícias