Dois em cada três receberam fake news nas eleições 2018, diz pesquisa

Relatório apontou que as pessoas confiam mais em familiares e amigos do que em jornais impressos e rádio

atualizado 20/05/2019 8:49

iStock

Mais de dois terços dos brasileiros afirmam ter recebido fake news pelo WhatsApp durante as eleições de 2018. A constatação é de pesquisa realizada pela Big Data e divulgada durante o Brazil UK Forum — conferência realizada nos dias 18 e 19 de maio, no Reino Unido. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com o levantamento, 67% concordam com a frase “eu certamente recebi fake news no WhatsApp durante a campanha eleitoral em 2018”. Outros 17% discordam e 16% nem discordam, nem concordam. Foram entrevistadas 1.660 pessoas durante o processo.

Ainda segundo a pesquisa, a TV (36%) e a internet via celular (32%) são as principais fontes de notícias para as pessoas. Em seguida, amigos e família aparecem com 12%, na frente do rádio, com 10%, e dos jornais impressos, 6% — que também é considerada a fonte menos confiável pelos entrevistados.

O levantamento aponta que apenas 14% afirmam ter compartilhado fake news de conteúdo político durante as eleições do ano passado. Já 44% dizem não ter feito isso e 42% nem concordam, nem discordam.

Poe fim, a pesquisa revelou que 92% dos entrevistados não sabem o que são agências de checagem de fatos ou notícias.

Últimas notícias