Bolsonaro critica governadores e vê “caos” com isolamento social

"O homem do campo também vai deixar de produzir. Vamos viver do quê? Brasileiros, acordem para realidade", disse o mandatário do país

atualizado 11/04/2020 11:58

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), usou as redes sociais, neste sábado (11/04), para criticar a atuação dos governadores durante a pandemia do novo coronavírus. “Espero que o Brasil volte à normalidade”, destacou.

Segundo o chefe do Executivo, as medidas de isolamento propostas pelos mandatários dos estados são muito rigorosas e atrapalham a economia.

“Certas autoridades estaduais e municipais estão tomando medidas, no meu entender, além da normalidade, proibindo tráfego de pessoas, tráfego em rodovias, fechando empresas e comércios”, assinala o titular do Planalto no início do vídeo.

Para Bolsonaro, é necessário que as pessoas voltem a trabalhar normalmente. “O caos está aí: sem dinheiro e sem produção. O homem do campo também vai deixar de produzir. Vamos viver do quê? Brasileiros, acordem para realidade.”

De acordo com o presidente da República, a desordem da economia será estabelecida “se não acordarmos”. “O caos está vindo: desemprego em massa e o desabastecimento começa a se fazer presente”, asseverou o mandatário do país.

“Espero que o Brasil volte à normalidade e encare o vírus como se fosse uma guerra, mas em situação de igualdade, em pé. Se nós nos acovardamos, se formos pelo discurso fácil de todo mundo em casa, será um caos”, finalizou.

Últimas notícias