Amazonas dará auxílio emergencial de R$ 200 a famílias em extrema pobreza

Beneficiários receberão o cartão em domicílio para evitar aglomerações e risco de contágio pelo novo coronavírus. Serão pagas três parcelas

atualizado 28/01/2021 13:49

Divulgação

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), anunciou nesta quinta-feira (28/1) que irá fornecer um auxílio financeiro para famílias em situação de extrema pobreza. Conforme Lima, o benefício consiste no pagamento de três parcelas de R$ 200, totalizando R$ 600, para 100 mil famílias do estado.

O benefício será pago a partir de fevereiro. Em Manaus, o pagamento ocorrerá por meio da entrega em domicílio dos cartões com o crédito no valor do auxílio. A previsão é de que já comece a ser feito em 1° de fevereiro.

Segundo Lima, a decisão do governo objetiva assegurar a segurança alimentar de famílias em situação de vulnerabilidade agravada pela pandemia de Covid-19.

O governador afirmou, ainda, que a entrega ocorrerá em domicílio para evitar aglomerações e o risco de contágio pelo novo coronavírus. O estado é um dos mais impactados pela pandemia no cenário nacional e enfrenta colapso da rede de saúde em função do elevado índice de internações.

“Não é preciso ir no Centro de Referência de Assistência Social, no Centro de Convivência, no banco ou em qualquer outro lugar para ter acesso ao cartão. Ele será entregue de casa em casa, até para evitar essa questão das aglomerações”, enfatizou.

Os beneficiados

O critério adotado pelo governo para concessão do benefício leva em consideração as informações da base de dados do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, extraídos pela Caixa Econômica Federal (CEF). Todos os dados são do mês de referência de novembro de 2020.

A partir dessa seleção foram identificadas as quantidades, por município do estado do Amazonas, dos beneficiários elegíveis, segundo seguintes critérios: famílias em situação de extrema pobreza e pobreza. É preciso que o responsável pela unidade familiar tenha 18 anos ou mais.

Os beneficiários poderão consultar se estão contemplados no programa social através do site (clique aqui).

0

Mais lidas
Últimas notícias