Três filhos de Bolsonaro acompanham cirurgia do presidente

O chefe do Planalto passa pelo quarto procedimento desde 6 de setembro do ano passado, quando levou um facada durante a campanha eleitoral

Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agencia BrasilFabio Rodrigues Pozzebom/ Agencia Brasil

atualizado 08/09/2019 10:46

O filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o senador Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), foi o último dos primogênitos a chegar ao Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, neste domingo (08/09/2019). O senador, entretanto, não falou com a imprensa.

Outros dois filhos do presidente haviam chegado mais cedo: o deputado Eduardo (PSL-SP) chegou pouco antes de Flávio, também neste domingo, e o vereador Carlos (PSC-RJ), por sua vez, chegou no sábado com a comitiva do presidente, assim como a primeira-dama Michelle.

O presidente passa neste momento pela quarta intervenção cirúrgica após a facada que sofreu há um ano, em Juiz de Fora (MG), durante um ato da sua campanha presidencial.

A nova cirurgia é para a correção de uma hérnia incisional (saliência de tecido) surgida no local das intervenções anteriores. A operação deve durar entre duas e três horas e o primeiro boletim sobre a cirurgia deve ser divulgado por volta das 14 horas.

A cirurgia do presidente começou com um leve atraso, mas o horário exato ainda não foi confirmado pela comunicação do hospital ou pela equipe do presidente. A previsão para o início era às 7h.

Últimas notícias