Ministério da Justiça abre vagas de até R$ 18 mil para 3 áreas. Veja

O processo seletivo será conduzido pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes, com participação da Senad

atualizado 05/08/2020 17:17

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O Ministério da Justiça e Segurança Pública está elaborando uma política para o enfrentamento do tráfico e consumo de drogas. Por conta disso, a pasta abriu um processo seletivo para contratação de especialistas para compor a equipe de implantação do projeto piloto do Centro de Excelência sobre a Redução da Oferta de Drogas (CdE), com salários que vão de R$ 12.202,00 a R$ 18.425,00.

A coordenação do projeto é da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) da pasta, em parceria com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC).

O CdE, junto com a Senad, terá como objetivo elaborar estudos e análises sobre tendências e ameaças representadas pelos diferentes tipos de tráficos de ilícitos e crime organizado transnacional, incluindo fluxos financeiros e do confisco de patrimônios. Além disso, eles serão responsáveis também pela divulgação para a imprensa nacional e internacional.

As vagas disponíveis são para: especialista em Gestão de Ativos e Inteligência Financeira, especialista em Tráfico de Drogas e Ilícitos Transnacionais e coordenador(a) do Projeto de Cooperação Técnica.

Será ofertada uma vaga para cada modalidade e as inscrições vão até dia 23 de agosto. Para saber as especificidades de cada cargo, é necessário entrar no site da UNODC.

O processo seletivo será conduzido pelo UNODC, com participação da Senad, e o nível contratual segue o valor da tabela de remuneração de contrato de serviço para o Brasil do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

0

Últimas notícias