“Rachadinha”: sem marcar nova data, STJ adia recurso de Flávio

O caso seria julgado pela 5ª Turma da Corte na tarde desta terça-feira. O senador quer que as investigações contra ele sejam interrompidas

atualizado 15/09/2020 13:36

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), retirou da pauta de julgamentos desta terça-feira (15/9) o recurso da defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) que pede para interromper as investigações sobre o suposto esquema de “rachadinhas”.

A ação seria julgada pela 5ª Turma da Corte na tarde desta terça. Ainda não há data para o caso ser retomado.

O pedido chegou em abril deste ano e já foi negado em duas decisões individuais – uma em abril e outra em maio – do ministro Felix Fischer, relator da ação.

Flávio Bolsonaro é investigado por suspeita de peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro em seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

0

 

Últimas notícias