Indígena leva facada da filha e, no hospital, acaba internada por Covid-19

Ao ser levada ao hospital, os médicos suspeitaram da doença e isolaram a mulher e o marido

atualizado 06/07/2020 16:56

iStock/Foto ilustrativa

Uma mulher indígena de 38 anos foi esfaqueada pela própria filha, de 22, no na região de Tacuru, a pouco mais de 400 km de Campo Grande (MS), nesse domingo (5/7). Ao chegar ao hospital, a vítima, porém, descobriu que poderia estar contaminada pelo novo coronavírus. 

Segundo a Polícia Militar, uma equipe foi acionada para ir à aldeia onde moram, para averiguar uma denúncia de esfaqueamento. A mulher estava com um corte grave no rosto e já havia recebido atendimento médico quando os policiais chegaram.

O marido relatou que a esposa foi agredida pela filha, mas não soube explicar o motivo da briga. A própria mãe também informou a causa da facada e foi levada ao hospital mais próximo, onde ficou internada.

Segundo informações do site Midiamax, os plantonistas identificaram que o casal poderia estar com Covid-19 devido aos sintomas que tinham e foram colocados em isolamento desde então.

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa, quando há intenção de ferir, e a agressora ainda não foi encontrada pelos agentes da polícia.

Últimas notícias