Homem morre ao ser esfaqueado após discussão política em bar de SC

Polícia apura se briga foi motivada por desavenças políticas e familiares. Vítima era bolsonarista e o agressor, petista

atualizado 26/09/2022 19:46

Reprodução/Redes sociais

Um homem morreu em Rio do Sul (SC), no Vale do Itajaí, após uma discussão causada por possíveis desavenças envolvendo política e família. Segundo a Polícia Civil do estado, a vítima é Hildor Henker, de 34 anos, que esteve envolvido em uma briga ocorrida em um bar, no bairro Fundo Canoas, na tarde de sábado (24/9).

A Polícia Militar de Santa Catarina foi acionada por volta das 16h30 para atender a ocorrência no estabelecimento. Segundo a PM, no local os envolvidos estavam bebendo juntos e, em determinado momento, começaram a discutir sobre política e por desavenças familiares.

Nas redes sociais, a vítima fazia postagens de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL). Segundo a Polícia Civil, Hildor estava vestido com uma camisa de apoio ao presidente. Já o outro homem é conhecido na cidade por apoiar o Partido dos Trabalhadores (PT).

O autor do homicídio teria dado um tapa no rosto da vítima, pegou o homem pelo pescoço e o levou para fora do bar. Ao voltarem para dentro do estabelecimento, testemunhas viram que um dos homens estava ensanguentado e caiu.

Saiba mais no portal NSC Total, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias