Governo de SP anuncia endurecimento da quarentena nesta quarta-feira

Entre as propostas em análise, está a possibilidade de decretar uma espécie de "lockdown" em todo o estado das 22h às 5h

atualizado 23/02/2021 19:09

araraquaraDivulgação/Prefeitura de Araraquara

São Paulo – O governo de São Paulo anuncia nesta quarta-feira (24/2) o endurecimento das regras de quarentena para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus. As novas medidas, que devem entrar em vigor na sexta-feira (26/2), foram recomendadas pelo Centro de Contingência após o estado bater recorde de pacientes com Covid-19 internados em UTIs.

Entre as propostas em análise, está a possibilidade de decretar uma espécie de “lockdown” em todo o estado das 22h às 5h. De acordo com o Estadão, a medida foi apresentada em reunião do Centro de Contingência, mas a decisão final será tomada na quarta.

Segundo a Secretaria de Saúde, o número de pessoas em situação grave chegou a 6.410 na segunda-feira (22/2). O pico anterior havia sido registrado em julho de 2020, com 6.257 hospitalizados em UTIs. As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 67,8% na Grande São Paulo e 67,9% no estado.

“Isso pode significar que mesmo que não tenha ocorrido um aumento tão significativo de novos casos na UTI, a permanência desses pacientes na UTI tem sido maior. Isso pode significar que os pacientes estão sendo internados em uma condição mais grave e que exige um tempo maior de utilização dos equipamentos de UTI”, afirmou João Gabbardo, coordenador-executivo do Centro de Contingência, em coletiva nessa segunda.

Atualmente, quatro regiões estão na fase vermelha do Plano São Paulo, a mais restritiva da quarentena: Araraquara, Bauru, Barretos e Presidente Prudente.

“Ultrapassamos [em São Paulo] o número da história da pandemia no nosso país, fazendo com que a atenção esteja ainda maior, principalmente pelo contato aumentado que temos observado em algumas regiões do estado”, disse Jean Gorinchteyn, secretário estadual da Saúde.

0
Cidades já adotam novas restrições

Para conter o avanço da pandemia, alguns municípios de São Paulo já estão adotando restrições além das previstas no Plano São Paulo.

Entre as 12h do último domingo (21/2) e as 23h59 desta terça-feira (23/2), Araraquara permaceu em um lockdown mais rigoroso. A cidade já estava com a circulação da população restrita desde 15 de fevereiro. Desta vez, foram fechados até os serviços considerados essenciais.

Já São Bernardo do Campo anunciou nessa segunda que haverá toque de recolher na cidade a partir de sábado (27/2), entre 22h e 5h. Além disso, o retorno das aulas, que ocorreria no dia 1º de março, foi adiado para o dia 15.

A Prefeitura de Campinas publicou nessa terça um decreto que determina regras da fase vermelha do Plano SP, entre 21h e 5h. Apenas atividades essenciais poderão funcionar no período até o dia 1º de março.

0

 

 

Últimas notícias