Reclamações sobre Black Friday crescem 59% até 6h desta sexta

Entre as principais reclamações estão propaganda enganosa e problemas na finalização da compra. A empresa mais citada é a KaBum!

atualizado 29/11/2019 10:30

GETTYIMAGES

O volume de reclamações de consumidores a respeito das promoções da Black Friday aumentou 59% neste ano na comparação com o ano passado. Os dados fazem parte de uma compilação do site Reclame Aqui, que registra a reclamação de consumidores sobre problemas em compras ou contratações.

Até 6h desta sexta-feira (29/11/2019), último dado disponível, haviam sido registradas 3.538 questionamentos. “Para se ter uma dimensão do crescimento, o site tem registrado uma média de mais de 80 reclamações por hora apenas sobre Black Friday”, destaca a plataforma, em comunicado público. O levantamento foi iniciado às 11h desta quarta-feira (27/11/2019) e prossegue até o fim das promoções.

A maior parte das reclamações se refere a propaganda enganosa. Do total recebido até as 6h, 28,33% foram sobre o tema. Outros 10,68% se referem a problemas na finalização da compra, 9,32% sobre atraso na entrega, além de divergência de valores (8,32%) e estorno do valor pago (4,44%).

Veja a lista das principais reclamações:

  • Propaganda enganosa – 28,33%
  • Problemas na finalização da compra – 10,69%
  • Atraso na entrega – 9,32%
  • Divergências de valores – 8,32%
  • Estorno do valor pago – 4,44%

Confira agora as empresas que mais foram citadas nas reclamações:

  • KaBum! – 132
  • Saraiva – 107
  • Americanas.com – 98
  • Adidas – 84
  • Casas Bahia – 80

Últimas notícias