Produção de petróleo no Brasil vai subir 73% em 10 anos, diz Sachsida

O ministro também comemorou a diminuição do ICMS dos combustíveis, alegando que medida causará "ganho de produtividade"

atualizado 26/09/2022 13:04

Adolfo Sachsida assume io Ministério de Minas e Energia Marcelo Casal Jr/Agencia Brasil

Adolfo Sachsida, ministro de Minas e Energia (MME), disse que a produção de petróleo no país deve aumentar 73% na próxima década. A declaração foi feita nesta segunda-feira (26/9), durante a abertura da 20ª edição da Rio Oil e Gás, no Rio de Janeiro.

“Nos próximos 10 anos a produção de petróleo vai aumentar 73%. E nós investiremos mais de R$ 400 bilhões no setor de petróleo, gás e biocombustíveis. Como ministro do MME, desde o primeiro dia, eu deixei bem claro, melhores marcos legais, mais segurança jurídica, foco no investimento privado e geração de competição, esse é o caminho da prosperidade”, disse. 

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
0

O titular da pasta também citou a aprovação da PEC do Teto do ICSM no Congresso Nacional. A regra limitou a tributação sobre energia e combustíveis como bens essenciais.

“Tributar em 30% um insumo básico para a indústria é tecnicamente um equívoco, essa grande diminuição tributária reduzirá os pesos mortos dos tributos, aumentará a eficiência locativa e deve gerar um grande ganho de produtividade de rendas e empregos na economia brasileira”, afirmou Sachsida.

A medida comemorada por Sachsida foi implementada como parte de um pacote para diminuir os preços dos combustíveis em meio à crise internacional que aumentou o preço do barril no exterior. A alta elevou os preços no mercado interno e consequentemente, a inflação.

Mais lidas
Últimas notícias