“Fiz uma cirurgia bariátrica sem saber que estava grávida”, relata mulher

A carioca Camille Guimarães, de 32 anos, estava com 110 kg quando se submeteu ao procedimento. Por sorte, a intervenção não afetou o bebê

atualizado 29/10/2020 18:48

mulher bariatricaReprodução/Arquivo pessoal

Camille Guimarães, de 32 anos, realizou uma cirurgia bariátrica sem saber que estava grávida de três meses. Em relato à revista Marie Claire, a cenógrafa carioca deu detalhes do susto que tomou ao descobrir a gestação.

“Aos 28 anos, com 110 kg, engravidei, mas tive um sangramento e perdi o bebê. Não soube ao certo o motivo do aborto, mas o obstetra disse que a obesidade foi um fator agravante. Aquilo foi um choque para mim, porque sempre desejei ser mãe. Naquele momento, eu estava em um relacionamento sério, morando junto. Tomei, então, a decisão de fazer uma cirurgia bariátrica”, lembrou Camille.

A carioca enfrentou exames pré-operatórios e, cinco meses depois, em julho de 2017, encarou o procedimento. “Na cirurgia, o estômago é parcialmente grampeado, formando um reservatório gástrico, o que diminui a capacidade do órgão de 1,5l para cerca de 100ml. Fui operar me sentindo ótima”, disse.

Quinze dias após receber a alta médica, no entanto, ela começou a sentir fortes dores abdominais. “Fui parar no hospital, fiz uma tomografia e constataram que estava tudo certo com a cirurgia, mas… Eu estava grávida de quatro meses – e solteira”, revelou.

0

Um exame de ultrassom garantiu a saúde do bebê. “Os primeiros quatro meses de dieta após a bariátrica foram os mais difíceis. Eu não alimentava só a mim, tinha um serzinho crescendo no meu corpo, que consumia praticamente tudo que eu ingeria. […] Tinha desmaios frequentes, além dos enjoos seguidos de vômito, e não podia fazer exercícios nenhum. Morria de medo de o bebê ter alguma sequela por causa da minha perda de nutrientes”, desabafou.

Felizmente, o bebê nasceu saudável em dezembro de 2017. “Lembro de ter me pesado no dia em que estava na maternidade para dar à luz e estava com 86 kg, ou seja, 24kg a menos de quando fiz a bariátrica. Com 34 semanas, dei à luz a minha pequena Maria Flor”, comemorou.

Pela falta de nutrientes, a pequena já saiu do hospital tomando complementos. Fora isso, não foi gravemente impactada pela cirurgia da mãe.

“O pai dela só esteve presente até minha menina completar dois meses. Hoje, ela está com dois anos e dez meses e, com muito orgulho, sou mãe solo. Moramos com meus pais. […] Nesse meio tempo, emagreci tanto que tive que fazer uma dieta para ganhar peso, e tenho o bebê mais lindo do mundo. O que mais eu poderia querer?”, finalizou.

Para evitar o risco de fazer uma operação nessas condições, certifique-se com a equipe médica de não estar mesmo grávida antes de entrar para a sala cirúrgica.

Últimas notícias