Três fatores que podem deixar sua pele mais sensível e irritada

Estresse e escolha de produtos errados podem ser vilões para a saúde da sua pele

atualizado 29/09/2021 15:50

mulher coçando o braçoGetty Images

Quem tem pele sensível sabe o quão difícil é tratar e cuidar corretamente da derme. Mesmo que mantenha os devidos cuidados, algumas pessoas continuam com descamação recorrente ou até a famosa rosácea (sintomas de vermelhidão facial).

Diante disso, há quem opte por usar produtos acima do preço, cuja promessa é, em muitos casos, diminuir a vermelhidão e manter uma pele sedosa e firme. Mas, calma! Valores exorbitantes não são sinônimo de um resultado efetivo para uma pele menos irritada.

Segundo Patrícia Mafra, médica membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a cútis pode ficar sensível por diversas razões e em qualquer momento da vida, desde a infância até a velhice. “Essa sensibilidade pode ser um sintoma de algumas doenças que podem, por exemplo, alterar essa função de barreira protetora, tornando a pele sensível. É o que ocorre nas dermatites seborreica e atópica”, explica.

Continue lendo no portal Alto Astral, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias