Verdade ou mentira? Fake news sobre coronavírus inundam as redes

Ferramenta do Ministério da Saúde de combate às notícias falsas desmente as principais "dicas" contra o coronavírus

atualizado 20/03/2020 16:29

Água quente para matar o coronavírus, álcool gel que não funcionaria e até sobrevida do vírus por nove dias em superfícies. Todo tipo de notícia falsa a respeito do coronavírus se dissemina enquanto as pessoas estão em casa, isoladas socialmente, e assustadas com a situação da epidemia.

A ferramenta do Ministério da Saúde para combater as notícias falsas recebe as demandas pelo Whatsapp e já completou um ano. Através do número (61)99289-4640, a pasta recebe diariamente da população, para checagem, várias fake news que circulam no país. Com o surto do coronavírus, a maioria delas é a respeito do vírus.

A informação qualificada é, neste momento, a melhor arma contra o vírus. Escolher fontes de notícias confiáveis é importante não só para se manter bem informado, mas para cuidar da saúde mental.

Confira, na galeria abaixo, algumas das fake news desmentidas pelo governo:

0

Outras notícias falsas que não constam na página do Ministério mas dão bastante difundidas são: a cocaína ou loló matam coronavírus, diretor do HC recomenda chá de erva-doce, alho com água fervida cura a doença e a terapia preventiva com vitamina D para combater a infecção.

Últimas notícias