Aluno, estudante, candidato… Em que fase da jornada você está?

A trajetória até a conquista da vaga é marcada por mudança de comportamento, escolhas, erros e acertos e resiliência

Ricardo Botelho/MetrópolesRicardo Botelho/Metrópoles

atualizado 26/11/2019 7:30

A conquista de uma vaga universitária se dá com o somatório de diferentes fatores (cognitivos, mentais e emocionais) e uma sequência, acertada, de tomadas de decisão. Esse conjunto de ações chamo de jornada da transformação.

A trajetória até a conquista da vaga é marcada por mudança de comportamento, escolhas, erros e acertos e resiliência. A aprovação vem com trabalho duro, de qualidade, com garra, com planejamento e com estudo estratégico. Ao longo da jornada, é preciso transformar o aluno em estudante e o participante em candidato.

O balanço do fim de ano é uma tarefa de extrema importância que vai auxiliar a retomada dos estudos em 2020. Observar a sua caminhada ajuda a compreender o que se passou até este momento, possibilita criar estratégias futuras mais fortes e planejar os próximos passos.

Faça sua auto avaliação: o que falta para a conquista da aprovação? Aumentar minha carga horária em sala de aula? É isso que vai me deixar mais próximo da conquista? Preciso de mais tempo para estudar? Tenho de fazer mais provas de vestibular? O que já conquistei até este momento? Onde cresci e onde ainda me falta crescer?

Aluno ou Estudante?
Aluno e estudante não são palavras sinônimas e exigem atitudes diferentes. Aluno é quem assiste à aula e recebe a informação de forma passiva e coletiva. Por melhor que seja a aula, o aluno não aprende. Aluno, entende!

Estudante é o oposto. É ativo, pratica a atividade de forma individual. É investigativo. Estudante erra, corrigi os erros e aprende. Aqueles que chegam ao fim da jornada rumo à aprovação com a conquista de uma vaga universitária são os alunos que se transformaram em estudantes. Não basta ser bom aluno e ter um histórico de notas incríveis. Além de bom aluno é preciso estudar!

Aluno é aquele que estuda para a prova, não para aprender. Estudar para a prova faz com que você utilize a memória de curto prazo. Limitada e com prazo de validade. Estudante, de verdade, está preocupado em aprender e em revisar para combater a curva de esquecimento.

Estudo de qualidade é mais importante do que quantidade de estudo. Uma hora de estudo com qualidade vale mais do que cinco horas de estudo sem qualidade. E, óbvio, que cinco horas de estudos com qualidade valem mais do que uma.

Para o próximo ano pense, por exemplo, na metodologia que melhor potencializa seu rendimento (sala de aula ou estudo orientado), nas ações que melhoram sua concentração (meditação, caminhada etc) e no ambiente ideal para você estudar (claridade, barulho, velocidade da internet etc).

Se, ao fazer o balanço de fim de ano, identificou que há algo de errado, então, é preciso mudar. Se você quer resultados diferentes precisa fazer algo diferente. Dormiu e descansou pouco em 2019? Durma melhor em 2020. Não sacrifique suas horas de descanso. A qualidade do sono faz parte da rotina do bom estudante. É durante o sono que as informações estudadas são arquivadas.

Seja mais organizado. É a organização que vai possibilitar você cumprir com suas metas e ainda descansar/dormir. A gestão do tempo é fundamental para a qualidade da sua rotina. Não deixe de lado aquilo que você já domina. Estude de forma proporcional à sua dificuldade, mas estude tudo.

Na longa caminhada rumo à aprovação, a fase aluno é a inicial. Transformar-se em estudante é fundamental. Assim como deixar de ser mero participante em provas e brigar, de vez, por uma vaga.

Para isso fique atento às regras do jogo, estude o edital e a matriz de referência do exame. Crie a sua estratégia, treine tempo de prova. Transforme-se em candidato. Faça o máximo possível de provas anteriores já aplicadas pela mesma banca do vestibular que você vai prestar.

Não se esqueça de inserir em seu cronograma o estudo a partir dos seus erros em questões de provas já aplicadas. Faça um levantamento dos assuntos de maior recorrência nessas provas. Eles passam a ser assuntos de relevância no seu cronograma.

Combinado? Nunca desista da sua jornada rumo à aprovação. Transforme-se em candidato! Vaga se conquista! @pp_pauloperez

Últimas notícias