Vigilante morre em centro olímpico do DF nesta sexta (1º/3)

Segundo o Sindicato dos Vigilantes, Joel Rodrigues de Carvalho teve um infarto e foi socorrido pelo Samu, mas não resistiu

ReproduçãoReprodução

atualizado 01/03/2019 20:15

Um vigilante morreu no Centro Olímpico de Ceilândia nesta sexta-feira (1º/3). De acordo com informações do sindicato da categoria (Sindesv-DF), Joel Rodrigues de Carvalho, 37 anos, teve um infarto enquanto acompanhava um criança até a direção da unidade.

Ainda de acordo com o Sindesv-DF, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) tentou reanimar Joel por 47 minutos, mas o vigilante não resistiu ao ataque cardíaco. O homem já teria sofrido um infarto em outro momento.

O sindicato informou também que o vigilante era contratado da Brasfort. A reportagem entrou em contato com a empresa por meio de telefone, mas foi informada de que ela não falaria sobre o caso.

Em nota, a Secretaria de Saúde – responsável pelo Samu – ressaltou que “não repassa informação de atendimento, exceto em casos de grande comoção”. O Metrópoles não conseguiu contato com a família do profissional.