Sem treinador, Cruzeiro vai atrás de Felipão e ouve mais um não

Raposa tentou Lisca, mas também não conseguiu fechar. Luis Felipe Scolari também recusou o time mineiro

atualizado 12/10/2020 18:16

Reprodução/Twitter

O Cruzeiro segue com seu purgatório em 2020. Não bastassem a péssima campanha do clube na Série B do Campeonato Brasileiro e os intermináveis problemas de bastidores que o clube vive, a Raposa ouviu mais uma negativa de um treinador para assumir o clube. Luis Felipe Scolari foi procurado e disse não aos mineiros.

Depois da saída de Ney Franco, o Cruzeiro foi atrás de treinadores para a vaga. Mas Felipão foi o segundo a dizer não para o time mineiro. Lisca foi procurado e recusou a proposta de emprego. O técnico está no America-MG e deve permanecer por lá.

Felipão chegou a negociar com a Raposa, mas o negócio não evoluiu. O treinador está desempregado desde que deixou o Palmeiras, no segundo semestre de 2019, e ainda não voltou a trabalhar.

O Cruzeiro é apenas o 19ª colocado na tabela da Série B do Campeonato Brasileiro.

Vídeos
Últimas notícias