Neymar viaja à China com PSG, mas mantém desejo de deixar o time

Decisão foi tomada em comum acordo com a diretoria do clube parisiense, mas isso não quer dizer que o brasileiro entrará em campo

Twitter/ReproduçãoTwitter/Reprodução

atualizado 16/07/2019 17:14

O atacante Neymar estará com o PSG na excursão do time à China, programada para o dia 23 de julho. Na Ásia, o time parisiense fará mais uma série de amistosos e também disputará a final da Supercopa da França, diante do Rennes. Apesar de ter aceitado excursionar com o time, ainda não se sabe se o brasileiro estará em campo pelo time francês, uma vez que essa decisão será tomada pelo técnico Thomas Tuchel, que parece não ter digerido ainda o atraso de uma semana na reapresentação do craque. Neymar alega ter acertado a data com o antigo diretor de futebol do clube parisiense. A informação é do portal UOL.

A situação atual de Neymar em muito lembra o que o jogador viveu nos dias que antecederam a transferência dele do Barcelona para o PSG. Em 2017, o camisa 10 também participou da pré-temporada blaugrana nos Estados Unidos, chegando a fazer gol nos amistosos. Em meio aos então rumores de que ele estaria de partida do Camp Nou, o zagueiro Piqué, em post nas redes sociais, disse apenas se queda (fica, em tradução livre). Neymar, entretanto, concretizaria a saída para o PSG, na maior negociação da história do futebol até hoje.

O atacante vem vivendo uma escalada no desgaste com o clube francês. Já no final da temporada, Neymar detonou alguns companheiros de time, e foi detonado, ao ouvir que é individualista. Na final da Copa da França, em que o PSG foi derrotado pelo modesto Rennes, o jogador deu um soco em um torcedor que provocava outros atletas no caminho para a premiação, no Stade de France. Por conta de todos esses problemas, o atleta não escondeu que quer deixar o time. A princípio, a rebeldia de Neymar indicava que ele sequer voltaria para Paris para se juntar ao elenco na pré-temporada. Agora, porém, ele parece ter baixado o tom das alfinetadas, mas não esconde a vontade de deixar Paris e retornar a Barcelona.

Últimas notícias